Djokovic tem grande desafio contra Nadal em Roland Garros

sábado, 9 de junho de 2012 12:59 BRT
 

PARIS, 9 Jun (Reuters) - Novak Djokovic é o número um do mundo, tem três títulos entre os principais do circuito e não perde há 27 partidas em torneios de grand slam. Ainda assim, ninguém o vê como favorito contra Rafael Nadal na final de Roland Garros neste domingo.

"Não é desanimador enfrentar Nadal nesse piso?", pergunta o lendário tenista norte-americano John McEnroe.

"Vai ser inacreditavalmente difícil vencer esse cara. "Quando (Bjorn) Borg jogava, era como se fosse uma parede humana. Ele era mais rápido que todos, mais preparado e não se conseguia tirar uma bola dele", acrescentou.

Se Djokovic quiser evitar o pânico 24 horas antes da final, terá de apagar da memória as lembranças de Nadal. O sérvio já admitiu que "não é muito bom com números" e pensava que o espanhol tivesse perdido duas partidas em Roland Garros.

Na verdade foi uma só, em sua estreia em 2005. Foi derrotado nas oitavas-de-final para Robin Soderling. E tentará o sétimo título no domingo.

Os outros números também não ajudam o sérvio. Nadal tem um histórico de 51 vitórias e uma derrota no torneio e perdeu apenas 35 games até chegar à decisão. É o menor número já concedido por um tenista até uma final de grand slam.

Ele é o primeiro, desde o início da era profissional em 1968, a chegar a cinco finais de um grand slam sem perder um set.

Nadal tem vantagem de 11 a 2 sobre Djokovic em piso de saibro e venceu todos os sets que disputaram em Roland Garros.