Paraguai demite Arce após início ruim nas eliminatórias da Copa

terça-feira, 12 de junho de 2012 08:35 BRT
 

Por Daniela Desantis

ASSUNÇÃO, 12 Jun (Reuters) - O Paraguai demitiu o técnico Francisco Arce e está em busca de um substituto após ver suas chances de disputar a Copa do Mundo de 2014 no Brasil serem prejudicadas por um péssimo início nas eliminatórias sul-americanas.

Os paraguaios, que chegaram às quartas-de-final da Copa de 2010, estão em penúltimo lugar entre os nove países das eliminatórias, com quatro pontos em cinco jogos, após perderem fora de casa por 3 x 1 para a Bolívia apesar de uma preparação de três semanas para a altitude de La Paz

"Essa é uma das decisões mais difíceis que eu tive que tomar junto com a direção. As coisas não saíram como a gente esperava e é uma pena", disse o presidente da Associação Paraguaia de Futebol (APF), Juan Angel Napout, a jornalistas ao anunciar sua decisão, na segunda-feira.

Arce, um ex-jogador de 41 anos com passagem pelo futebol brasileiro e que disputou duas Copas do Mundo, tinha pouco experiência como treinador antes de ser nomeado para comandar a seleção no ano passado. Ele substituiu o lugar do argentino Gerardo Martino, que deixou a equipe após o Paraguai perder a final da Copa América para o Uruguai.

O Paraguai disputou as últimas quatro Copas do Mundo e, sob comando de Martino, chegou às quartas-de-final na África do Sul em 2010, o melhor resultado do país na história.

Arce é o segundo técnico a perder o emprego durante as eliminatórias sul-americanas. Em novembro, a Colômbia demitiu Leonel Alvarez e contratou o ex-técnico da Argentina José Pekerman como substituto.