14 de Junho de 2012 / às 15:25 / em 5 anos

Polônia espera ao menos 20 mil russos para jogo contra Grécia na Euro

VARSÓVIA, 14 Jun (Reuters) - Autoridades polonesas esperam receber 20.000 torcedores russos com ingressos em Varsóvia para a última partida da Rússia pelo Grupo A da Euro 2012 contra a Grécia, o dobro do público que foi à capital para o jogo contra a Polônia que ficou marcado pela violência dos hooligans fora do estádio.

Autoridades em Varsóvia disseram que haveria segurança suficiente para proteger os torcedores e não haverá repetição dos confrontos de terça-feira, em que os hooligans poloneses confrontaram russos e policiais, e os agentes dispararam gás lacrimogêneo e balas de borracha para restaurar a calma.

A polícia deteve 184 pessoas, sendo 156 poloneses e a maioria dos restantes russos, durante as horas de violência ao redor do estádio e perto de uma zona de concentração de torcedores para assistir aos jogos.

Um tribunal de Varsóvia emitiu na quarta-feira as primeiras sentenças para aqueles que participaram dos confrontos com russos, distribuindo penas de prisão de até 12 meses e multas para oito poloneses. Os tribunais devem processar dezenas de casos nos próximos dias.

“As medidas de segurança (do jogo de sábado) serão adequadas para os riscos”, disse o ministro do Interior, Jacek Cichocki, em entrevista a uma rádio.

O presidente russo, Vladimir Putin, disse ao primeiro-ministro da Polônia, Donald Tusk, durante uma conversa por telefone na quarta-feira, que a Polônia tinha “plena responsabilidade” pela segurança dos torcedores.

O estopim para o problema de terça-feira foi uma marcha ao longo da ponte Poniatowski no centro de Varsóvia feita por milhares de torcedores russos para comemorar o Dia da Independência da Rússia.

O vice-prefeito de Varsóvia, Jacek Wojciechowicz, disse em entrevista coletiva que os torcedores russos não tinham apresentado qualquer autorização para uma marcha, e a ponte Poniatowski era uma das rotas designadas para os torcedores usarem para chegar ao estádio em qualquer jogo.

“Nós não vamos ditar como os torcedores devem chegar ao estádio. Há certas rotas ao longo das quais estamos direcionando pessoas que os torcedores podem ir em grupos grandes ou pequenos, como desejarem”, disse ele. “A cidade está preparada para todas as eventualidades.”

Muitos torcedores russos fizeram o seu caminho em paz para o estádio em grupos menores na terça-feira.

Um porta-voz da polícia de Varsóvia disse que eles estavam monitorando as mídias sociais em busca de qualquer sinal de problema planejado, mas ele não esperava uma repetição da violência.

Estimativas não oficiais apontam cerca de 20.000 russos na cidade durante a violência de terça-feira, muitos deles sem ingressos para o jogo, sugerindo que o número total de torcedores em Varsóvia para o jogo com os gregos pode ser bem maior.

Uma decisão da Uefa contra a Rússia na quarta-feira determinou que o país perderá seis pontos na eliminatória para a próxima Eurocopa se os seus torcedores saírem da linha novamente depois de distúrbios anteriores no torneio.

A decisão refere-se a incidentes na primeira partida da Rússia na Euro 2012 contra a República Tcheca, na sexta-feira, em que russos lançaram fogos de artifício e exibiram cartazes ilícitos no jogo em Wroclaw, em que a sua equipe venceu por 4 x 1.

Reportagem de Chris Borowski e Alexandra Hudson

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below