Técnico da Alemanha evita política antes de jogo contra Grécia

terça-feira, 19 de junho de 2012 14:03 BRT
 

Por Karolos Grohmann

GDANSK, 19 Jun (Reuters) - O técnico da seleção da Alemanha, Joachim Loew, recusou-se nesta terça-feira a ser arrastado para a discussão política em torno do jogo de seu time contra a Grécia pelas quartas de final da Euro 2012.

O jogo, anunciado pelos meios de comunicação de ambos os países como o confronto da zona do euro, coloca a Grécia, nação mais problemática do bloco, contra seu credor rico do norte.

"(A chanceler alemã) Angela Merkel e eu temos um bom relacionamento e um acordo que ela não me aconselha sobre as formações do time e eu não a aconselho sobre declarações políticas", disse Loew a repórteres.

"É apenas um jogo normal de quartas de final contra a Grécia, e nada mais", acrescentou Loew.

Merkel é uma figura extremamente impopular na Grécia devido aos duros princípios de austeridade que ela impôs ao país atolado em dívidas.

Jogadores gregos na segunda-feira também evitaram falar sobre política em relação ao jogo contra a Alemanha.

Loew, no entanto, não hesitou em comentar sobre a ausência do suspenso meia grego Giorgos Karagounis, que marcou o gol da classificação contra a Rússia.

"Acho que ele é o único que tem tido grandes ideias na seleção grega há anos. Ele é a conexão entre a defesa e os jogadores no ataque e, para a Grécia, a ausência é dolorosa."   Continuação...

 
Técnico da seleção da Alemanha Joachim Loew sorri durante coletiva de imprensa em Gdansk, antes de partida contra a Grécia pela Eurocopa no dia 22. 19/06/2012 REUTERS/Thomas Bohlen