Renovada, Manaudou quer voltar a brilhar nas piscinas em Londres

terça-feira, 3 de julho de 2012 15:37 BRT
 

Por Julien Pretot

PARIS, 3 Jul (Reuters) - Fama, fracasso e renascimento. Com só 25 anos, a nadadora francesa Laure Manaudou já lidou com tudo isso.

Manaudou conquistou a medalha de ouro dos 400m livre ainda adolescente na Olimpíada de Atenas-2004, mas parecia perdida quatro anos depois em Pequim. Ela terá a chance de se redimir nos Jogos de Londres, agora como mãe.

Manaudou, que tirou uma licença maternidade de dois anos, voltou ao esporte no ano passado com o foco no nado de costas.

"Ela é uma lutadora de cima a baixo", disse Richard Long, treinador norte-americano que a acompanhou e a seu namorado Frederick Bousquet no campeonato francês no início deste ano.

Manaudou, a rebelde da natação francesa, esteve à beira da depressão após a campanha ruim em Pequim.

"Ela está em uma situação pessoal perigosa, está ferida por dentro. Temos que tomar cuidado para que ela não caia em uma depressão séria", seu então treinador Lionel Horter disse durante os Jogos na China.

Aos 17 anos, Manaudou tinha tudo que desejava, e era cedo demais.

Ela saiu da casa dos pais aos 14 anos para ser treinada por Philippe Lucas, que prometeu que ela levaria o ouro olímpico.   Continuação...

 
A francesa Laure Manaudou ajusta sua touca antes da semi-final feminina de 200 metros, no Campeonato Francês de Natação, em Dunkerque, norte da França. 23/03/2012 REUTERS/Pascal Rossignol