Após derrota, Riquelme anuncia que vai deixar o Boca

quinta-feira, 5 de julho de 2012 10:31 BRT
 

5 Jul (Reuters) - O meia Juan Román Riquelme anunciou que está deixando o Boca Juniors após a derrota para o Corinthians na final da Copa Libertadores.

O Corinthians venceu o torneio pela primeira vez com uma vitória por 2 x 0 no Pacaembu na noite de quarta-feira, após empate em 1 x 1 no primeiro jogo, na semana passada, em Buenos Aires.

"Disse ao presidente (do clube) que não vou continuar", afirmou Riquelme, que já jogou no Barcelona, no Villareal e na seleção argentina, a jornalistas no Pacaembu.

"Eu me sinto vazio. Não tenho nada mais a dar para o clube", acrescentou o meia, de 34 anos, que ajudou a levar o Boca à sua décima final de Libertadores -- o clube podia se igualar ao recorde de sete títulos do Independiente.

"Não posso jogar pela metade", disse Riquelme, acrescentando que vai decidir em breve se continua a carreira em outro clube. "Passei por muita coisa nesses últimos seis meses. Não esperava jogar outra final de Libertadores", disse o meia, emocionado.

Recentemente, o ex-técnico da Argentino Sergio Batista sondou Riquelme para uma contratação pelo time chinês Shenhua, de Xangai, que ele treina.

Riquelme foi relevado no Argentinos Juniors, mas teve três passagens pelo Boca, clube do qual é torcedor e ídolo. Ele participou da conquista de três títulos continentais pelo clube na década de 2000, além de um título da antiga Copa Intercontinental, uma Copa Sul-Americana e cinco títulos argentinos.

Pela seleção, disputou a Copa do Mundo de 2006 e jogou também as Copas América de 1999 e 2007. Em 2008, participou da seleção que foi campeã olímpica.

(Reportagem de Javier Leira em Santiago)

 
Juan Roman Riquelme, do Boca Juniors, tira sua medalha de segundo lugar após perder para o Corinthians na segunda final da Copa Libertadores da América, em São Paulo. Riquelme anunciou que está deixando o Boca Juniors após a derrota para o Corinthians 04/07/2012 REUTERS/Nacho Doce