Olimpíadas podem aprender com a F1, diz presidente do COI

domingo, 8 de julho de 2012 12:39 BRT
 

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE, Inglaterra, 8 Jul (Reuters) - O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, visitou o circuito de Silverstone neste domingo e sugeriu que as Olimpíadas podem aprender muito com a F1.

Ele desdenhou o tempo chuvoso, que obrigou os torcedores a ser abrigar sob guarda-chuvas e capas durante o Grande Prêmio da Inglaterra, e que pode prejudicar os Jogos de Londres, que começam em 27 de julho em um estádio Olímpico sem cobertura.

"Estou vivendo na Bélgica, e qualquer chuva que chegue lá veio da Inglaterra... não, vamos dar conta", disse o chefe do COI à Reuters com um sorriso, quando perguntando sobre se havia preocupação com a chuva.

O verão britânico se revelou um pesadelo para os organizadores da corrida em Silverstone e foi feito um pedido aos milhares de fãs que se mantivessem ausentes no sábado para permitir reparos nos campos encharcados que servem como estacionamento.

Rogge, convidado do chefão da F1, Bernie Ecclestone, foi diplomático diante do comentário de seu anfitrião de 81 anos, para o qual um eventual Grande Prêmio de Londres seria "melhor que as Olimpíadas".

"Respeito sua ambição, ele respeita a minha. Quero fazer dos Jogos Olímpicos o grande evento do esporte, e ele quer isso para a Fórmula 1", afirmou.

"Queremos ir mais rápido, mas alto, mais forte. É exatamente a mesma mentalidade da F1, ir mais rápido e melhor. Temos a mesma busca pela excelência".

Ecclestone, acompanhando o ex-campeão olímpico de vela Rogge em uma visita aos boxes, riu quando lembrado de suas palavras: "Não vamos entrar nesse assunto", disse.   Continuação...