Hulk minimiza críticas e quer mostrar acerto de Mano

terça-feira, 10 de julho de 2012 15:56 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 10 Jul (Reuters) - Maior surpresa na lista do técnico Mano Menezes para a Olimpíada de Londres, o atacante Hulk disse nesta terça-feira que convive bem com as críticas e espera provar com bom futebol o motivo de sua convocação.

Chamado como um dos três jogadores acima de 23 anos, o jogador do Porto foi criticado principalmente pelo ex-atacante da seleção Romário, que considerou um equívoco de Mano não dar a vaga a um jogador de maior peso no cenário mundial.

"As críticas são normais. Minha responsabilidade é muito grande e tenho certeza que com esse grupo vamos trazer esse ouro", disse o jogador, de 25 anos, a jornalistas no Rio, onde a equipe se prepara para a Olimpíada.

"Sobre o Romário, ele é um cara que ganhou Copa e representou bem (o Brasil), gosto muito dele. Não tenho nada para falar", acrescentou.

Hulk foi titular nos quatro amistosos de preparação do time olímpico do Brasil, em maio e junho, contra Dinamarca, Estados Unidos, México e Argentina. Ele marcou dois gols contra os dinamarqueses, na vitória de 3 x 1 do Brasil, e também balançou a rede na derrota por 4 x 3 para a Argentina.

Críticos, entre eles Romário, defendiam que Mano Menezes usasse as três vagas acima do limite de 23 anos para reforçar a defesa, que apresentou problemas nos amistosos. Os outros dois jogadores experientes convocados são o zagueiro Thiago Silva e o lateral-esquerdo Marcelo.

"Sai cedo do Brasil e fui para Europa. Quero mostra o meu melhor", disse Hulk. "Acho que o ponto forte foram os quatro amistosos, tive mais espaço para jogar e a seleção apresentou um bom futebol."

Artilheiro do Porto nas últimas temporadas, Hulk teve seu nome ligado recentemente a transferências para clubes maiores da Europa, como Chelsea e Paris St. Germain.

O próprio técnico Mano Menezes, ao justificar a convocação do jogador para os Jogos, lembrou que Hulk busca mostrar o seu valor para uma transferência, o que pode ser bom para a seleção.   Continuação...

 
O atacante brasileiro Hulk (direita) disputa a bola com um jogador argentino durante um amistoso em East Rutherford, Nova Jérsei, nos Estados Unidos. Maior surpresa na lista do técnico Mano Menezes para a Olimpíada de Londres, o atacante disse que convive bem com as críticas e espera provar com bom futebol o motivo de sua convocação. 9/06/2012 REUTERS/Gary Hershorn