July 13, 2012 / 6:44 PM / 5 years ago

Gols vão sair na hora certa, diz pressionado Damião

3 Min, DE LEITURA

RIO DE JANEIRO, 13 Jul (Reuters) - Escolhido para vestir a emblemática camisa 9 do Brasil nos Jogos de Londres, o atacante Leandro Damião marcou apenas um gol em nove jogos pela seleção de 2010 para cá, mas nesta sexta-feira minimizou a pressão e disse que na hora certa vai balançar as redes.

"Fazer gol sempre ajuda, mas às vezes dar um passe é tão importante para um colega fazer um gol", disse o atacante, em entrevista coletiva no hotel onde a seleção brasileira está concentrada, no Rio, em preparação para a Olimpíada.

"Os gols vão sair na hora certa para irmos buscar o ouro", acrescentou Damião, que despertou a atenção do técnico Mano Menezes na temporada passada justamente por seu faro de artilheiro.

Damião, de 22 anos, destacou-se na seleção no clássico contra a Argentina em que os dois times atuaram apenas com jogadores que jogam nos próprios países, em setembro.

O atacante foi protagonista de um drible de lambreta que quase resultou num golaço no jogo que terminou 0 x 0.

Jogando pelo time principal, ele marcou o gol da vitória num amistoso em Gana, na cidade de Londres, no mesmo mês. O gol, no entanto, foi seu único gol até hoje com a camisa do Brasil.

Ele pôde ser observado mais de perto nos últimos quatro amistosos da seleção olímpica na Europa e nos Estados Unidos, em maio e junho.

Mesmo começando como titular, no entanto, Damião passou em branco e viu as cobranças aumentarem sobre ele.

O atacante do Internacional foi confirmado nesta sexta-feira, em lista divulgada pela Fifa, como o camisa 9 do Brasil, ocupando um lugar que já foi de jogadores que fizeram história na seleção, como Ronaldo.

Para Damião, no entanto, o número não faz diferença. "O Brasil está bem servido de atacante também com camisa 11, 7... não tem essa de peso, tem que treinar, estar preparado para os jogos."

premiação

O diretor de seleções da CBF, Andrés Sánches, revelou que a premiação da seleção olímpica já foi definida antes do embarque para a Grã-Bretanha, na segunda-feira, mas não quis dizer qual será o valor.

O prêmio foi dividido em 40 cotas e cada uma dos profissionais da delegação brasileira terá direito a um valor em caso de conquista da medalha de ouro. O prêmio está condicionado ao título inédito.

"O prêmio é pelo título. Já está definido e está saindo daqui com tudo fechado", disse Sánches a jornalistas.

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below