Campeão na NBA, LeBron mira ouro olímpico

sexta-feira, 20 de julho de 2012 10:57 BRT
 

Por Simon Evans

MIAMI, 19 Jul (Reuters) - Recém-coroado campeão da NBA, LeBron James chega à Olimpíada de Londres como um dos principais atletas dos EUA e um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos, mas, estranhamente, cercado por uma grande torcida por seu fracasso.

James está para o basquete como Lionel Messi para o futebol - o craque incontestável da sua geração, com tudo para passar à história como um dos melhores no seu esporte. Mas o norte-americano de 27 anos costuma ser vaiado onde quer que jogue, e a mídia se alvoroça diante de qualquer sinal de fraqueza dele.

Essa hostilidade pode ser difícil de entender para quem não tem intimidade com o esporte norte-americano. James estava sem contrato em 2010, e escolheu se juntar a Dwyane Wade e Chris Bosh no Miami Heat, na esperança de ser campeão depois de passar sete anos no mediano Cleveland Cavaliers.

É claro que a torcida de Cleveland não se conformou. Ao contrário do que ocorreu no futebol, onde trocar de time é algo corriqueiro, James ficou com a pecha de traidor.

"De jeito nenhum eu teria me juntado ao Magic (Johnson) ou a Michael Jordan e jogaria com eles", disse, à época da conferência, o ex-jogador Larry Bird, tricampeão pelo Boston Celtics na década de 1980.

"A única vez em que eu quis jogar com o Magic foi no time olímpico, e mesmo assim nossos treinos eram duros, nós nos batíamos no treino."

No entanto, a experiência de James ao lado de Bosh e Wade na Olimpíada de Pequim-08 foi de certa forma o embrião da mudança - os três ficaram livres de contrato ao mesmo tempo, e começaram a pensar numa união.

O grande erro de James - algo que ele e seus apoiadores hoje admitem - foi anunciar a transferência num especial de TV transmitido para o país todo, e no qual disse, com pompa, que estava "levando meus talentos para South Beach".   Continuação...

 
LeBron James, jogador da seleção olímpica de basquete norte-americano, é visto durante jogo de exibição contra a seleção da República Dominicana no Thomas & Mack Center em Las Vegas, Nevada. Recém-coroado campeão da NBA, LeBron chega à Olimpíada de Londres como um dos principais atletas dos EUA e um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos, mas, estranhamente, cercado por uma grande torcida por seu fracasso. 12/07/2012 REUTERS/Steve Marcus