Button é o mais rápido do dia na Alemanha; Shumacher bate

sexta-feira, 20 de julho de 2012 13:38 BRT
 

Por Brian Homewood

HOCKENHEIM, Alemanha 20 Jul (Reuters) - Jenson Button foi o mais rápido e seu companheiro de equipe Lewis Hamilton o segundo num dia de domínio da McLaren nos treinos livres realizados sob chuva para o Grande Prêmio da Alemanha, nesta sexta-feira, em que Michael Schumacher saiu ileso de um acidente constrangedor.

Button e Hamilton fizeram seus melhores tempos na parte da manhã e se mantiveram à frente depois que a chuva prejudicou a segunda sessão do treino, que terminou com a batida de Schumacher que provou bandeira vermelha.

O venezuelano Pastor Maldonado, da Williams, foi o segundo mais veloz na parte da tarde, mas seu melhor tempo ficou mais de 10 segundos atrás da melhor volta de Button na primeira parte do treino.

O heptacampeão mundial Schumacher perdeu o controle do carro na curva 12 e sua Mercedes rodou sem controle por cima da grama até atingir a barreira. O alemão saiu ileso mas parecendo desconfortável.

A sessão terminou enquanto os fiscais retiravam o carro de Schumacher num guindaste, apesar de a maioria dos torcedores já ter deixado as arquibancadas em busca de algum lugar mais seco.

O piloto de testes da Williams Valtteri Bottas, da Finlândia, bateu perto do fim da primeira sessão do treino mas também não sofreu qualquer ferimento.

A melhor volta de Button foi de 1min16s595, registrada antes do começo da chuva, enquanto Hamilton, que vai completar sua 100a corrida na Fórmula 1 no domingo, ficou 0s498 atrás.

O líder do campeonato Fernando Alonso, da Ferrari, veio a seguir, logo à frente de Schumacher. O brasileiro Felipe Massa, companheiro de Alonso, foi o oitavo.

 
Piloto britânico Jenson Button, da McLaren, aponta para cima enquanto espera em seu carro durante segundo treino para o Grande Prêmio da Alemanha de F1, em Hockenheim, Alemanha. Button foi o mais rápido e seu companheiro de equipe Lewis Hamilton o segundo num dia de domínio da McLaren nos treinos livres. 20/07/2012 REUTERS/Ralph Orlowski