Crise não afetará turismo estrangeiro na Copa, diz Aldo Rebelo

terça-feira, 24 de julho de 2012 14:31 BRT
 

BRASÍLIA, 24 Jul - A crise econômica internacional não deverá afetar o número de turistas estrangeiros na Copa do Mundo de 2014, disse nesta terça-feira o ministro do Esporte, Aldo Rebelo.

Entre 500 mil e 600 mil visitantes estrangeiros são esperados pelo governo durante o Mundial. O ministro disse que a estimativa não deve ser afetada pela crise financeira que assola, principalmente, países desenvolvidos.

"Este é um número estimado, pode vir mais", disse Aldo a jornalistas, após reunião com patrocinadores da Copa do Mundo de 2014.

O cenário econômico adverso também não deverá atingir os planos das empresas patrocinadoras do Mundial. Aldo disse que nenhuma empresa manifestou-se sobre a possibilidade de reduzir os investimentos no torneio.

"Todos os contratos de patrocínio já devem ter sido realizados. Não creio que esteja em curso qualquer possibilidade de renegociação", disse ele.

Os patrocinadores acertaram na reunião apoiar o governo em ações para incentivar o voluntariado, igualdade racial e saúde pública através de práticas esportivas.

(Reportagem de Hugo Bachega)