Dilma ouve cobrança de Blatter sobre obras atrasadas da Copa

quinta-feira, 26 de julho de 2012 18:07 BRT
 

Por Pedro Fonseca

LONDRES, 26 Jul (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff acrescentou na agenda desta quinta-feira, de última hora, um encontro com o presidente da Fifa, Joseph Blatter, em Londres, e ouviu do dirigente suíço que o Brasil precisa acelerar os preparativos para a Copa do Mundo de 2014. Blatter disse que há cidades marcadas em vermelho no cronograma de preparação.

Dilma, em visita à capital britânica por ocasião da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos na sexta-feira, teve ainda uma reunião com o chefe do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, para tratar dos preparativos para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

Ao sair do encontro, Rogge disse rapidamente que "recebeu todo o apoio" da presidente para a realização da Olimpíada.

Na reunião com o chefe da Fifa, que não estava prevista na agenda até o início da tarde, Dilma ouviu que o Brasil precisa acelerar o ritmo dos preparativos, segundo o próprio dirigente suíço.

"Com certeza falamos sobre os atrasos em algumas das obras, isso não é novo, por sinal, na organização de Copas do Mundo", disse Blatter a jornalistas ao sair da reunião no hotel onde a presidente está hospedada na capital britânica.

"Essa não é a minha primeira Copa do Mundo e tenho certeza que no fim tudo vai estar pronto, mas você tem que colocar um novo ritmo de velocidade de trabalho agora, deve ser maior, ou então não será bom."

"Em um ano teremos jogos da Copa das Confederações, e a Copa das Confederações não será apenas um ensaio, será uma das grande competições da Fifa e o Brasil precisa estar pronto", acrescentou ele.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que também participou do encontro, garantiu que as obras estão dentro do cronograma estabelecido.   Continuação...