27 de Julho de 2012 / às 13:47 / 5 anos atrás

Michelle Obama se diz 'maravilhada' com delegação dos EUA

LONDRES, 27 Jul (Reuters) - A primeira dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, disse aos atletas olímpicos de seu país nesta sexta-feira ser uma experiência "transcendental" para ela estar em Londres para vê-los competindo na arena mundial.

"Assistir à Olimpíada na TV é uma de minhas lembranças mais preciosas de menina, e mesmo de adulta. Sei que cada um de vocês provavelmente se vê assim", disse ela, falando à delegação dos EUA na véspera da cerimônia de abertura nesta sexta-feira.

"Estar aqui é transcendental para mim, sabem? Ainda me sinto muito inspirada por vocês todos. Estou maravilhada com tudo que conquistaram."

Sorrindo, ela acrescentou: "Tentem se divertir. Tentem respirar um pouco. Mas também vençam, certo? No final das contas, vencer é bom".

Como parte de sua visita como líder da delegação norte-americana, Michelle deve comparecer a uma recepção da Rainha Elizabeth no Palácio de Buckingham e encontrar a esposa do primeiro-ministro britânico, David Cameron, Samantha Cameron.

O ponto alto de sua visita será a cerimônia de abertura - uma festa de três horas no Estádio Olímpico construído no que outrora foi uma área degradada de Londres.

A cerimônia, que deve ser vista por uma plateia mundial de mais de 1 bilhão de pessoas, começa às 17h (horário de Brasília).

Falando na Universidade East London, onde os atletas norte-americanos têm uma instalação de treinamento, Michelle disse que assistir aos Jogos inspirou seu pai, que sofria de esclerose múltipla, a preservar seu espírito atlético.

"Em questão de anos ele passou de um homem que desabrochava como competidor - lutava boxe e nadava durante o ensino médio - a alguém despido de todas as suas esperanças", declarou.

"Mas preservou verdadeiramente seu amor pelo esporte. E para ele a Olimpíada era uma época especial para assistir aos atletas incríveis de todas as modalidades competirem na arena mundial... então estes Jogos afetaram de maneira especial nossa casinha no sul de Chicago."

Ela e o presidente Barack Obama se envolveram pessoalmente no movimento olímpico, viajando a Copenhaguem em 2009 para promover a fracassada campanha de Chicago para sediar a Olimpíada de 2016, que será realizada no Rio de Janeiro.

Por Maria Golovnina

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below