Dilma promete investimentos em esportes individuais mais "medalhados"

sexta-feira, 27 de julho de 2012 13:40 BRT
 

Por Pedro Fonseca

LONDRES, 27 Jul (Reuters) - O programa de incentivo ao esporte olímpico que será anunciado pelo governo após os Jogos de Londres, com a expectativa de um volume inédito de recursos destinados à preparação de atletas, vai ter como foco modalidades esportivas individuais que distribuem mais medalhas.

Com tradição de conquistas nos esportes coletivos, que contam como apenas uma medalha para o time, o Brasil fica muito longe das potências olímpicas nas modalidades que distribuem mais medalhas nos Jogos, como tiro esportivo, esgrima, natação, atletismo, ginástica e luta olímpica, por exemplo.

Diante da responsabilidade de sediar a Olimpíada posterior aos Jogos de 2012, e da cobrança por resultados sempre existente sobre o país sede, o Brasil vai anunciar em agosto um novo plano para apoiar a preparação dos atletas para 2016.

O anúncio será feito pela presidente Dilma Rousseff após o encerramento dos Jogos de Londres, que começam nesta sexta-feira e vão até 12 de agosto.

Dilma, que está na capital britânica para a cerimônia de abertura olímpica e que almoçou nesta sexta-feira com atletas brasileiros que vão disputar os Jogos, disse que o objetivo em 2016 é aumentar o número de medalhas nos esportes individuais.

"Acho que o Brasil vai ter de fazer um esforço para ampliar sua presença em esportes individuais", disse a presidente, em entrevista à imprensa brasileira no hotel onde está hospedada em Londres, antes de visitar o centro de treinamento dos atletas brasileiros, no sul da cidade.

"O Brasil é muito forte hoje nos jogos coletivos, somos bons em futebol, vôlei, basquete e handebol. Sempre nos esportes coletivos a gente leva medalha, mas acontece que apesar de ser um time completo, você ganha uma medalha, e tem esportes individuais que são mais medalhados", afirmou.

O Brasil tem histórico de bons resultados olímpicos em modalidades individuais apenas na vela e no judô. No atletismo e na natação, no entanto, com mais medalhas em disputa, o país tem somente cinco medalhas de ouro na história, somando as duas modalidades.   Continuação...

 
Presidente Dilma Rousseff posa para foto com atletas olímpicos no centro de esportes Crystal Palace em Londres. O programa de incentivo ao esporte olímpico que será anunciado pelo governo após os Jogos de Londres, com a expectativa de um volume inédito de recursos destinados à preparação de atletas, vai ter como foco modalidades esportivas individuais que distribuem mais medalhas. 27/07/2012 REUTERS/Sergio Moraes