Após desmaio, Joanna Maranhão fica fora dos 400m medley

sábado, 28 de julho de 2012 12:19 BRT
 

LONDRES, 28 Jul (Reuters) - A nadadora Joanna Maranhão, dona do melhor resultado da natação feminina do Brasil em Olimpíadas, não pôde disputar a prova dos 400 metros medley neste sábado no Centro Aquático de Londres após sofrer um corte no supercílio em consequência de um desmaio.

Joanna, que por problemas pessoais chegou a interromper a carreira após o 5o lugar conquistado com apenas 17 anos nos Jogos de Atenas-2004, foi levada pelos médicos da equipe de natação do Brasil e do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) à clínica da Vila Olímpica para ser submetida a exames.

A nadadora, de 25 anos, teve um mal estar e sofreu uma queda que ocasionou um corte no supercílio, informou a Confederação Brasileira de Desportos Aquático (CBDA) em breve comunicado, sem dar mais detalhes.

"Nós suturamos o corte, ela passa bem, mas não vai participar da prova. Neste momento foi encaminhada ao hospital (clínica da Vila Olímpica) por precaução", disse o médico da equipe de natação, Gustavo Magliocca.

Joanna também está inscrita para a disputa dos 200m medley, na segunda-feira, e nos 200m borboleta, na terça. Não foi informado se a atleta terá condições de permanecer na Olimpíada.

O 5o lugar obtido por ela nos 400m medley em sua primeira Olimpíada igualou o resultado de Piedade Coutinho, que, 68 anos antes, obtivera a mesma colocação nos Jogos de 1936.

Nos Jogos de Pequim-2008, após passar por uma série de problemas fora das piscinas, Joanna terminou somente na 17a posição. Antes da Olimpíada de Londres, ela vinha nadando perto de sua melhor forma.

(Reportagem de Pedro Fonseca)

 
Joanna Maranhão após a final feminina de 200 metros borboleta do Troféu Maria Lenck, em abril. Nadadora não pôde disputar a prova dos 400 metros medley neste sábado no Centro Aquático de Londres após sofrer um corte no supercílio em consequência de um desmaio. 28/04/2012 REUTERS/Sergio Moraes