CURTAS-Cielo vai mal no bolão do revezamento

terça-feira, 31 de julho de 2012 16:09 BRT
 

LONDRES, 31 Jul (Reuters) - Cesar Cielo não se surpreendeu apenas com a ausência do Brasil na final do revezamento 4x100m livre, que ele esperava que fosse sua primeira prova nos Jogos. O brasileiro campeão olímpico errou quase todos os palpites sobre vencedores.

Liderada por Yannick Agnel, a França conquistou a medalha de ouro, no domingo, deixando os Estados Unidos em 2o e a Rússia com a medalha de bronze. A Austrália, que era a aposta de Cielo para vencer, terminou em 4o.

"Eu tinha colocado Austrália, França e Rússia na sequência, os Estados Unidos em 4o e o Brasil em 5o. Errei e muito. Ainda bem que não tinha bolão disso, se não eu estava pobre agora", disse Cielo. Sem Cielo nas eliminatórias, o Brasil ficou em 9o e não foi para a final.

MANCHETE DE PEITO

Liubov Sokolova, estrela da seleção da Rússia de vôlei feminino, fez até implante de silicone pouco antes dos Jogos de Londres após anunciar que não disputaria a competição. Mas, após receber um importante incentivo financeiro da federação de seu país, decidiu voltar atrás e está desfilando seu novo corpo na arena Earls Court.

O técnico do Brasil, José Roberto Guimarães, que treinou a russa no clube turco Fenerbahçe, disse que brincou com ela sobre a nova forma de jogar.

"Até brinquei com ela que agora não vai mais conseguir fazer manchete e ela respondeu brincando que agora vai fazer com o braço e o peito", revelou o treinador brasileiro.

PERDIDOS NO CAMINHO

Motoristas dos ônibus oficiais de transporte da mídia têm enfrentando dificuldades em encontrar os caminhos de algumas instalações olímpicas, numa cidade onde a base do transporte público é sobre trilhos e não sobre rodas.   Continuação...