31 de Julho de 2012 / às 20:28 / 5 anos atrás

Phelps conquista a 19a medalha, um recorde olímpico

O norte-americano Michael Phelps comemora após conquistar a medalha de ouro no revezamento 4x200 metros livre nos Jogos de Londres, no Reino Unido. 31/07/2012Michael Dalder

Por Julian Linden

LONDRES, 31 Jul (Reuters) - Quatro anos depois de alcançar a glória olímpica, Michael Phelps deu o último passo que precisava para chegar ao apogeu.

O maior nadador de todos os tempos se tornou o atleta olímpico mais condecorado da história ao conquistar o recorde de 19 medalhas em Jogos Olímpicos nesta terça-feira.

Com uma pequena ajuda de seus colegas norte-americanos, Phelps obteve sua primeira medalha de ouro em Londres, no revezamento 4x200m livre, menos de uma hora após sua derrota chocante nos 200m borboleta, evento que ele dominava há mais de uma década. Phelps levou a medalha de prata ao ser superado pelo sul-africano Chad le Clos no final.

Após a vitória no revezamento, seus colegas o abraçaram e a plateia do Centro Aquático se levantou para testemunhar a coroação do rei da Olimpíada.

O recorde que Phelps quebrou pertencia à ginasta soviética Larisa Latynina, que levou a última de suas 18 medalhas em Tóquio-1964.

Até Phelps surgir, ninguém havia chegado perto de quebrar o recorde em quase meio século, mas agora a tocha foi passada para o nadador de 27 anos.

"Eu gostaria de um desfecho melhor nos 200 metros. Obviamente foi meu último e teria gostado de vencer, mas... não foi terrível", disse ele.

"Agradeço aos rapazes por me ajudar a chegar a este momento... só queria seguir em frente, e agradeço a eles por me permitirem este momento."

Comparado a Pequim, onde conquistou oito ouros inéditos, e Atenas, onde arrebatou seis ouros e dois bronzes, Phelps vinha penando em Londres, tendo conseguido só uma medalha de prata nos três primeiros dias de competição - .

"MEU HERÓI"

Em busca de se tornar o primeiro nadador a conquistar o mesmo evento em três Olimpíadas, Phelps liderou durante toda a prova dos 200m borboleta, mas calculou mal sua última braçada, deixando Clos bater na parede em primeiro com um tempo de 1min52seg96.

"Só queria nadar com Phelps na final e o derrotei, nem consigo acreditar", disse Clos. "Ele é meu herói, adoro ele."

Phelps não conseguiu esconder sua decepção, atirando os óculos na água e passando pelos jornalistas sem falar, mas recobrou a compostura a tempo para o revezamento.

O resultado jamais esteve em dúvida depois que Ryan Lochte deu uma grande dianteira à equipe em sua primeira etapa.

Conor Dwyer e Ricky Berens mantiveram os norte-americanos na frente, permitindo a Phelps chegar adiante de França e China e levar a plateia ao delírio.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below