1 de Agosto de 2012 / às 20:03 / 5 anos atrás

Grã-Bretanha vibra com ouro de Wiggins no ciclismo

Por Mark Meadows

LONDRES, 1 Ago (Reuters) - A rede BBC concede um prêmio ao esportista mais prestigiado do ano na Grã-Bretanha, e embora ainda seja apenas 1o de agosto Bradley Wiggins, campeão da Volta da França e da Olimpíada de Londres na prova contra o relógio, pode apostar sua casa na vitória.

O fato de seu compatriota Mark Cavendish ter levado o prêmio depois de vencer o campeonato mundial e a Volta no ano passado mostra o quão importante o ciclismo, sempre visto como esporte menor, se tornou na Grã-Bretanha em um curto espaço de tempo.

“Para ser sincero, eu disse o ano inteiro que esse era meu plano. Acho que respondi todas as perguntas nas últimas seis semanas”, disse Wiggins nesta quarta-feira, depois de bater um recorde britânico ao conquistar sua sétima medalha olímpica.

Seu triunfo na prova contra o relógio veio pouco mais de uma semana após ele se tornar o primeiro britânico a vencer a Volta da França, maior competição da categoria, e ajudou a curar a dor da Grã-Bretanha por ver o favorito Cavendish sair sem medalha da prova de rua de sábado.

O início lento nos Jogos de Londres em termos de medalhas será quase totalmente esquecido na nação-sede agora que Wiggins se mostrou à altura da expectativa de forma devastadora, deixando a concorrência para trás como fez na França.

Wiggins recebeu a honra de tocar o sino olímpico na cerimônia de abertura de sexta-feira, enquanto seu ex-colega de equipe Chris Hoy carregou a bandeira britânica no estádio.

Os atletas britânicos de esportes tidos como mais populares que o ciclismo viram o convite com inveja, mas mais homenagens à enorme ética de trabalho de Wiggins se seguirão, com o prêmio da BBC e possivelmente um título de cavaleiro.

“Bradley merece algum reconhecimento agora”, disse aos repórteres Dave Brailsford, chefe da equipe de Wiggins na Volta e nos Jogos.

“A competição foi bem mais acirrada do que em Pequim.”

Um desempenho forte na prova de Pequim seguido de um aumento de investimento no ciclismo britânico se pagou agora - a ciclista Lizzie Armitstead levou uma prata na prova feminina de domingo.

“Ainda estou maravilhada”, disse ela. “Não sei se tenho energia para comemorar, é como se de repente uma onda de cansaço me tomasse, mas tenho certeza de que meus camaradas virão me puxar pela orelha.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below