Nadadora Missy Franklin inspira cidade atingida por massacre em cinema

quinta-feira, 2 de agosto de 2012 10:30 BRT
 

Por Keith Coffman

DENVER, 2 Ago (Reuters) - Para um Estado que assistiu uma matança dentro de um cinema e incêndios devastadores no verão local, o desempenho de Missy Franklin, medalha de ouro nos Jogos de Londres e moradora do Colorado, foi um momento de luz -dentro e fora da piscina.

Franklin, nadadora de 17 anos que participou de sete provas na Olimpíada, disse ter sido "de partir o coração" saber do tiroteio em Aurora, onde ela frequenta o ensino médio, e que seus pensamentos estavam em casa.

"A única coisa que posso fazer é ir para a Olimpíada e, com sorte, dar orgulho ao Colorado e encontrar um pouco de luz ali agora", disse Franklin à Reuters antes do início das competições.

Até agora, ela conquistou três medalhas: um ouro individual nos 100m nado costas, um ouro em equipe no revezamento 4x200m estilo livre e um bronze no revezamento 4x100m estilo livre.

Julie Austin, moradora de Centennial, cidade-natal de Franklin, disse que as conquistas da nadadora foram "uma boa distração" para um Estado necessitado de notícias positivas depois que um atirador irrompeu em uma seção do novo filme da série "Batman" matando 12 pessoas e ferindo outras 58.

"Acho que é ótimo e totalmente apropriado ela dar um alô ao povo do Colorado quando está no auge", disse.

Grace, filha de 8 anos de Austin e também nadadora, disse: "Me sinto ligada a ela porque ambas somos muito boas no nado de costas. Ela me inspira muito também."

Que Franklin usaria a arena mundial para se conectar aos seus vizinhos na esteira do massacre e dos incêndios mortíferos que o antecederam não é surpresa para amigos próximos e sua colega na equipe de natação da escola, Abby Cutler.   Continuação...