Mesmo lesionada, Mayra leva bronze no judô com ippon

quinta-feira, 2 de agosto de 2012 20:05 BRT
 

Por Pedro Fonseca

LONDRES, 2 Ago (Reuters) - Mayra Aguiar, líder do ranking mundial da categoria meio-pesado (até 78 kg) e última grande aposta do judô brasileiro nos Jogos de Londres, conquistou a medalha de bronze nesta quinta-feira, com uma vitória por ippon sobre a holandesa Marhinde Verkerk, apesar de ter disputado a última luta com o braço lesionado.

O bronze de Mayra é a terceira medalha do judô brasileiro na Olimpíada, após o ouro de Sarah Menezes e o bronze de Felipe Kitadai logo no primeiro dia da competição. O Brasil também conquistou uma medalha de prata, com o nadador Thiago Pereira.

Mayra ficou fora da disputa pela medalha de ouro ao ser derrotada na semifinal por sua arquirrival Kayla Harrison, por imobilização. Em 10 confrontos, essa foi a sexta vitória da norte-americana contra quatro da brasileira.

O golpe sofrido pela brasileira já no final do combate resultou numa lesão no braço esquerdo, que precisou ser enfaixado pelo médico da equipe brasileira antes da luta seguinte pela medalha de bronze. Mayra também usou um anestésico local e tomou um analgésico.

"No final da luta, ela arrebentou meu braço. Nem precisava mais fazer aquilo, a luta já estava ganha por ela", disse.

Mesmo assim, Mayra aplicou um ippon logo a 1min29 de combate para assegurar a terceira medalha da história do judô feminino do Brasil em Olimpíadas.

"Independentemente da cor é uma medalha olímpica, então tem que comemorar", afirmou a judoca, que vai completar 21 anos na sexta-feira.

"Saí da luta com a americana com muita vontade de chorar, com uma coisa ruim dentro de mim, mas eu falei que a competição ainda não tinha acabado, que tinha mais uma luta, e que eu não ia deixar essa medalha escapar."

Apesar do pódio de Mayra, o judô brasileiro vai precisar de uma surpresa no última de dia de disputas para alcançar a meta estabelecida de quatro medalhas em Londres. Os pesos pesados Rafael Silva e Maria Suelen Altheman, que vão lutar na sexta, não estão entre os favoritos.

Nesta quinta, Luciano Corrêa perdeu logo em seu segundo combate, contra o holandês Henk Grol, e foi eliminado na categoria até 100kg.