Málaga sofre com relatos de salários atrasados e venda

quinta-feira, 2 de agosto de 2012 13:23 BRT
 

Por Iain Rogers

MADRI, 2 Ago (Reuters) - O técnico do Málaga, Manuel Pellegrini, comandou o treino desta quinta-feira em meio a relatos de que o clube da liga espanhola não consegue pagar seu salário nem o dos jogadores, enquanto o proprietário do time cogita passar adiante sua cota.

Os diários esportivos Marca, As e outros veículos de mídia disseram que o xeique Abdullah Bin Nassar Al-Thani, membro da família real do Catar, quer vender o clube após somente dois anos e está conversando com vários interessados.

"É impossível ignorar o que está acontecendo", disse o zagueiro brasileiro Wellington em coletiva de imprensa após o treino.

"Há garotos que brincam com meu filho e me perguntam sobre isso, que choram, que perguntam se o time vai ser rebaixado para a Segunda B (terceira divisão)", acrescentou.

"É uma situação difícil de lidar depois de tudo que houve, os grandes contratos, as grandes apresentações de jogadores."

"Todos nós esperávamos mais contratações, mais surpresas, acreditando que o time continuaria em alta. Mas agora não sabemos por que tudo isso acabou."

Al-Thani comprou o time andaluz por 36 milhões de euros (44,27 milhões de dólares) em junho de 2010 e investiu pesado em jogadores que ajudaram o clube a ficar em quarto na última temporada e garantir uma vaga na etapa classificatória da Liga dos Campeões.

Mas os problemas financeiros do clube lançaram dúvidas sobre seu comprometimento, e ele e seus representantes têm se destacado pelo silêncio nas últimas semanas.