Transporte londrino enfrenta teste com início do atletismo

sexta-feira, 3 de agosto de 2012 10:05 BRT
 

LONDRES, 3 Ago (Reuters) - Os expectadores se espremiam nos trens e formavam longas filas nas estações de Londres nesta sexta-feira, naquele que se espera ser o dia mais movimentado do sistema de transporte londrino com o início das competições do atletismo no Estádio Olímpico.

A mais antiga rede de transporte público da Europa lidou bem com o fluxo de torcedores até agora, mas a largada dos imensamente populares eventos do atletismo pode apresentar novos desafios.

Quase 250 mil pessoas devem chegar à região de Stratford, local das competições, durante a sexta-feira. O Estádio Olímpico acomoda 80 mil pessoas.

Autoridades dos transportes pediram aos londrinos que usem rotas alternativas depois que a Linha Central --uma grande ligação entre o centro da cidade e o Parque Olímpico-- foi parcialmente suspensa por uma hora devido a um problema técnico.

"Durante a suspensão, aconselhamos os expectadores indo a Stratford que usem a grande variedade de outras linhas servindo o Parque Olímpico", disse um porta-voz da autoridade dos transportes de Londres.

Na estação King's Cross, uma das maiores da capital, havia filas de até 100 metros para o Javelin, trem de alta velocidade concebido para levar os fãs ao Parque Olímpico em questão de minutos.

Torcedores de todas as idades com bandeiras de inúmeros países ao redor dos ombros esperavam pacientemente, enquanto voluntários dirigiam as multidões.

Os responsáveis pelo transporte de Londres estivam 3 milhões de viagens adicionais por dia durante os Jogos, que se somam às 12 milhões de viagens da rede de transporte que remonta em parte a 1863.

(Por Karolin Schaps e Avril Ormsby)