Primeira saudita a competir em Olimpíada faz luta simbólica

sexta-feira, 3 de agosto de 2012 11:08 BRT
 

Por Michael Holden e Mohammed Abbas

LONDRES, 3 Ago (Reuters) - Após dias de polêmicas e horas de negociação sobre a possibilidade de competir com o lenço islâmico, a primeira atleta da Arábia Saudita a participar nos Jogos Olímpicos foi eliminada na sexta-feira com 80 segundos de luta.

Wojdan Ali Seraj Abdulrahim Shaherkani, uma das duas sauditas escolhidas para competir nos Jogos, usou algo semelhante a uma toca de natação para cobrir a cabeça em sua luta de judô pela categoria peso-pesado (acima de 78kg) em que foi derrotada pela porto-riquenha Melissa Mojica.

Apesar do rápido fim para sua aventura olímpica, ela espera que seu legado dure por anos.

"Estou muito feliz de estar na Olimpíada e orgulhosa de representar o Reino da Arábia Saudita e agradeço a todos aqueles que me apoiaram", disse à Reuters.

A tímida garota de 17 anos parecia desconfortável ao entrar na arena em um judogi (roupa branca dos judocas) mal ajustado que parecia ser de um tamanho muito grande.

Sua perplexidade foi pouco surpreendente uma vez que ela nunca havia competido em um torneio internacional antes. Ela sorriu, nervosa, ao caminhar para o tatame, com aplausos calorosos e torcidas da plateia no Excel Centre, em Londres.

"Eu estava com medo quando subi para a arena, mas fiquei feliz quando ouvi a torcida", disse.

A breve luta mais parecia ser um abraço de Shaherkani, sem nenhuma tentativa real de atacar a adversária.