Rapper Dr. Dre contorna marketing olímpico com brinde a atletas

sexta-feira, 3 de agosto de 2012 15:42 BRT
 

Por Belinda Goldsmith

LONDRES, 3 Ago (Reuters) - O rapper norte-americano Dr. Dre contornou as rigorosas regras de marketing das Olimpíadas ao dar um fone de ouvido a vários atletas olímpicos. Na sexta-feira, as autoridades decidiram que ele não violou as diretrizes dos Jogos.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) proíbe que os atletas façam qualquer propaganda, com a exceção das promovidas pelas 11 empresas internacionais que pagam cerca de 100 milhões de dólares cada para ter por quatro anos os direitos de patrocinar as Olimpíadas em todo o mundo.

As regras visam evitar o "marketing de guerrilha" ou que não-patrocinadores obtenham publicidade de graça na esteira dos Jogos.

As autoridades desconfiaram do número cada vez maior de atletas da Grã-Bretanha, da China e de outros países que apareceram nos eventos usando o fone da marca Beats, de Dr. Dre, com as cores de suas bandeiras.

Uma porta-voz do clube Shoreditch House, perto do Parque Olímpico, no leste de Londres, confirmou que a marca Beats organizou um ponto de coleta ali para atletas convidados.

O porta-voz do COI, Mark Adams, afirmou que as autoridades sabiam da oferta de dr. Dre aos atletas de cerca de 20 países, mas ressaltou que estava a cargo da equipe olímpica de cada país garantir que os atletas protegessem os patrocinadores.

"Temos de agir com bom senso", afirmou Adams. "Há uma diferença entre alguém usar um equipamento com um logo e alguém promovendo a marca."