3 de Agosto de 2012 / às 20:28 / 5 anos atrás

Frustrado com bronze, Cielo culpa cansaço por ter nadado os 100m

O brasileiro Cesar Cielo olha para cima após ganhar a medalha de bronze nos 50m livres durante os Jogos Olímpicos de 2012 em Londres, no Reino Unido. 3/08/2012Jorge Silva

Por Pedro Fonseca

LONDRES, 3 Ago (Reuters) - Cesar Cielo se arrependeu de ter nadado os 100 metros livre, em que terminou apenas em 6o, após ser batido pelo francês Florent Manadou e pelo norte-americano Cullen Jones na final dos 50m, prova em que defendia o título de campeão olímpico, nos Jogos de Londres, nesta sexta-feira.

Recordista e bicampeão mundial da prova, o brasileiro não conseguiu nem mesmo repetir o seu melhor tempo registrado em 2012 (21s38) e a medalha de bronze acabou sendo apenas um consolo para o nadador que chegou a Londres carregando o status de principal atleta olímpico do Brasil.

"Estou me sentindo cansado, quarto dia em sequência de competições. Da final dos 50m eu era o único que tinha nado os 100m até a final. Vai pesando, velocista precisa descansar bastante e hoje eu não estava me sentindo muito bem mesmo e acabou não saindo do jeito que eu queria", lamentou o brasileiro após sair da piscina do Centro Aquático de Londres.

"Pesou um pouquinho, eu estava com a explosão comprometida", acrescentou Cielo, que terminou em 3o com o tempo de 21s59, atrás do vencedor Manadou (21s34) e do 2o colocado Jones (21s54).

Cielo já havia reclamado do cansaço após as eliminatórias dos 50m livre, na manhã de quinta-feira, após uma noite mal dormida em consequência da final dos 100m disputada na véspera.

Nos Jogos de Pequim-2008 Cielo também nadou os 50m e os 100m livre, conquistando um ouro e um bronze, respectivamente.

Depois dos resultados aquém do esperado na capital britânica, ele disse que vai cogitar desistir dos 100m para buscar o bicampeonato olímpico dos 50m nos Jogos de 2016, no Rio de Janeiro.

"Com o tempo a idade vai batendo, vai mudando tudo. Com meu corpo mudando e eu ficando mais velho, com certeza vou ter que repensar desde o meu treinamento até como eu vou competir", disse Cielo, que é o recordista mundial dos 50m e dos 100m livre e dono do único ouro olímpico da natação brasileira.

Cielo tentou combater a frustração pela derrota ressaltando que ao menos conquistou sua terceira medalha olímpica.

"Não foi uma tristeza completa porque peguei a medalha, uma medalha olímpica que é importante para a minha carreira", disse.

"Acho que poderia ter feito melhor sim, pelo menos o melhor da minha vida (sem trajes tecnológicos), mas também não seria o suficiente para ganhar", afirmou.

"Realmente ele (Manadou) mereceu ganhar essa prova. Ele fez a prova da vida dele."

O recorde mundial de Cielo nos 50m livre é de 20s91 (obtido com traje tecnológico que atualmente está proibido), conquistado no Mundial de 2009 em que ele fez uma dobradinha nos 50m e nos 100m.

O também brasileiro Bruno Fratus terminou a final em 4o, com o tempo de 21s61, e ficou muito perto do pódio.

"Um quarto por dois centésimos é muito triste. Se eu soubesse que fosse por esse pouquinho, talvez tivesse feito diferente", disse o estreante em Olimpíadas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below