Brasil atropela China e decide posição contra Espanha no basquete

domingo, 5 de agosto de 2012 10:55 BRT
 

LONDRES, 4 Ago (Reuters) - Contra um adversário que não apresentou qualquer resistência, a seleção masculina de basquete do Brasil deu espetáculo em quadra e venceu a China por 98-59, neste sábado, e deve decidir contra a Espanha quem será o segundo colocado do grupo a avançar para as quartas de final da Olimpíada de Londres.

O Brasil, que perdeu a chance de ser líder da chave ao ser derrotado pela Rússia por 75-74 com uma cesta de três sofrida no último segundo do jogo de quinta-feira, disparou com uma vantagem de 25-9 logo no primeiro quarto e pôde poupar os titulares ao longo da partida.

A vitória foi construída com incríveis 12 cestas de 3 pontos convertidas, aproveitando a fragilidade da marcação chinesa, e os pivôs brasileiros Thiago Splitter e Nenê levantaram a arena com enterradas em jogadas rápidas de contra-ataque.

O maior pontuador do Brasil foi Marquinhos, com 14 pontos, seguido por Leandrinho e Guilherme Giovanoni, com 13.

O técnico Ruben Magnano deixou o time titular --Marcelinho Huertas, Alex, Leandrinho, Splitter e Anderson Varejão-- no banco de reservas por boa parte do jogo, dando chance a jogadores reservas que normalmente jogam poucos minutos, como o armador Raulzinho e o pivô Caio.

Brasil e Espanha vão se enfrentar na segunda-feira para decidir qual será o 2o colocado do Grupo B, que terá a vantagem de enfrentar o 3o colocado da outra chave. Quem perder vai pegar o 2o colocado do outro grupo, que tem os Estados Unidos como líder.

A Rússia, que também venceu a Espanha, deve se classificar em 1o se vencer a Austrália em seu último jogo, como esperado.

(Reportagem de Pedro Fonseca)

 
O brasileiro Tiago Splitter (15) passa ao lado do chinês Jinhui Ding (4) ao enterrar durante uma partida de basquete nas Olimpíadas de 2012 em Londres, no Reino Unido. 4/08/2012 REUTERS/Mike Segar