Murray arrasa Federer e leva medalha de ouro olímpica

domingo, 5 de agosto de 2012 13:32 BRT
 

Por Martyn Herman

LONDRES, 5 Ago (Reuters) - O britânico Andy Murray completou uma recuperação espantosa desde sua decepção no último torneio de Wimbledon, no mês passado, e derrotou o suíço Roger Federer, conquistando neste domingo o ouro no tênis individual dos Jogos Olímpicos de Londres.

Exatamente quatro semanas após Federer derrotá-lo e levar seu 17o título de Grand Slam na mesma Quadra Central, levando Murray às lágrimas, o escocês retornou com um exército de fãs e bandeiras para demolir o número um do mundo com um placar de 6-2, 6-1 e 6-4.

"É a maior vitória da minha carreira", o número 4 do mundo, que ainda não conquistou um título de Grand Slam, à BBC.

"Esta é a melhor maneira de voltar de uma final de Wimbledon...me sinto tão revigorado", acrescentou ele.

A derrota praticamente acaba com as chances de Federer completar sua galeria de títulos com a medalha de ouro olímpica, já que ele terá 34 anos em 2016, quando ocorrerão os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

A partir do momento em que Murray conseguiu a vantagem de 4-2 no primeiro set, ele não deu chances a Federer, vencendo nove games seguidos e assumindo o controle completo da final.

No terceiro set, Murray conseguiu uma liderança de 3-2 com um forte backhand e marchou para a vitória em meio a cantos de "Andy, Andy" ao redor da quadra.

Murray pode se tornar mais tarde o primeiro jogador de tênis britânico a conquistar duas medalhas de ouro na mesma Olimpíada desde John Boland, em 1896, se ele triunfar na final de duplas mistas com Laura Robson.