Liderada por Doda, equipe brasileira está na final do hipismo

domingo, 5 de agosto de 2012 12:58 BRT
 

LONDRES, 5 Ago (Reuters) - Com um ótimo desempenho de Doda e seu cavalo, Rahmannshof's Bogeno, a equipe brasileira de salto do hipismo se classificou neste domingo em sétimo lugar para a final por equipes dos Jogos Olímpicos de Londres, que acontece na segunda-feira.

O conjunto, que já havia zerado seu percurso na primeira fase classificatória individual, no sábado, repetiu a performance num percurso mais complicado.

"O percurso hoje estava bem difícil, mas fico feliz porque tinha sentido meu cavalo bem ontem e hoje o senti ainda melhor. Em Jogos Olímpicos, muitas vezes o cavalo cansa e cai de produção, mas esse aqui tem muita gasolina, como a gente diz. Em vez de decair, está crescendo ao longo da competição", disse Doda, segundo o Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Cada equipe normalmente salta com quatro conjuntos, sendo que o pior resultado é descartado. O Brasil só saltou com três, sem direito a descarte, depois que Wilexo, cavalo de Cacá Ribas, refugou duas vezes e o conjunto foi desclassificado da competição individual. A equipe veterinária avaliou Wilexo e decidiu que seria melhor não forçar o cavalo, que estava muito inchado.

José Roberto Reynoso, com Maesto St. Louis, e Rodrigo Pessoa, com Rebozo, cometeram uma falta cada no mesmo obstáculo, o penúltimo. Com isso, o Brasil leva oito pontos para a final por equipes, que conta com os oito primeiros colocados.

"Com três cavaleiros, cada falta conta muito. É mais pressão. Mas o Doda fez um superpercurso, que deu moral para o resto do grupo. Cumprimos 50 por cento da missão, que era classificar entre os oito", declarou Rodrigo Pessoa, que também é técnico da equipe.

Rodrigo Pessoa e Doda têm duas medalhas de bronze por equipes, conquistadas em Atlanta-1996 e Sydney-2000, enquanto Rodrigo também tem o ouro individual de Atenas-2004.

A volta deste domingo também valeu como classificatória para a competição individual. Com dois percursos zerados, Doda divide o primeiro lugar outros 11 cavaleiros. José Roberto Reynoso está em 17o lugar, com 4 pontos, e Rodrigo Pessoa se encontra da 27a posição, com 5 pontos.

A final por equipes vale também como terceira e última volta classificatória para a final individual, que acontece na quarta-feira. Nela, os pontos são zerados.