5 de Agosto de 2012 / às 16:32 / 5 anos atrás

Grã-Bretanha comemora dia de glória na Olimpíada

Por Alan Baldwin

LONDRES, 5 Ago (Reuters) - Jessica Ennis, chorando mas eufórica com a vitória, tornou-se o rosto da Grã-Bretanha na Olimpíada neste domingo, e a febre esportiva correu a orgulhosa nação, que comemora seu maior dia olímpico em mais de um século.

"Hip, hip, hurra", vibrou o tablóide Sun depois que Ennis venceu o heptatlo no sábado, o sexto título da delegação britânica - seu melhor dia de competição desde 1908.

Fotos da 'Menina de Ouro', serena e sorridente, em seu momento de glória estavam em todos os jornais, embrulhada na bandeira britânica e exaltada como 'Rainha dos Jogos' e 'Super Mulher'.

Sebastian Coe, chefe do comitê organizador de Londres e vice-presidente do órgão regulador do atletismo, disse que o "Super Sábado" superou a "Segunda-feira Mágica" que iluminou os Jogos de Sydney em 2000 em sua lista de melhores momentos.

"Isso deixou (Sydney) para trás", disse o bicampeão olímpico dos 1.500m aos repórteres no domingo. "É uma história de sucesso contagiante. Foi o maior dia do esporte que já testemunhei".

Colin Moynihan, ex-remador olímpico e presidente da Associação Olímpica Britânica (BOA, na sigla em inglês), disse que o desafio agora é fazer ainda melhor e ultrapassar todas as conquistas passadas.

"Estamos absolutamente determinados a fazer com que isto não seja somente lembrado como os maiores Jogos da delegação britânica, mas que prossiga na segunda semana dos maiores Jogos", declarou ele aos repórteres na sede da delegação.

Com a ausência de britânicos no topo dos pódios nos primeiros dias, e a mídia cobrando que países como o Cazaquistão estavam à frente no quadro de medalhas, o primeiro ouro em casa chegou na quarta-feira e virou um dilúvio.

A Grã-Bretanha foi para terceiro no quadro geral no oitavo dia, com 14 ouros, sete pratas e oito bronzes.

Esse total subiu novamente neste domingo, quando Ben Ainslie conquistou o título na classe Finn de vela e se tornou o mais bem sucedido velejador olímpico da história, com quatro medalhas de ouro e uma de prata. Além disso, Andy Murray bateu Roger Federer e ficou com o ouro no tênis.

Em Pequim-2008, onde a Grã-Bretanha terminou em quarto lugar, feito até então inédito, o país arrebatou 19 ouros e 47 medalhas em 11 esportes.

Desta vez, muitos dos êxitos vieram de atletas mulheres, e Moynihan concordou que o "poder feminino" foi um destaque da primeira semana.

"Nós reconhecemos e aplaudimos isso", disse ele. "Vimos um progresso imenso em alguns esportes, só no remo três de quatro medalhas de ouro vieram das equipes femininas".

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below