Robenilson perde 1a chance mas Brasil mira 2 medalhas no boxe

domingo, 5 de agosto de 2012 18:14 BRT
 

Por Pedro Fonseca

LONDRES, 5 Ago (Reuters) - Robenilson de Jesus foi derrotado pelo cubano campeão mundial Lázaro Álvarez, neste domingo, na primeira das quatro chances do Brasil de encerrar um jejum de 44 anos sem medalha no boxe em Olimpíadas, mas a equipe brasileira segue confiante que vai subir ao pódio não uma, mas duas vezes nos Jogos de Londres.

O brasileiro, que havia perdido os dois confrontos anteriores contra o mesmo adversário, conseguiu se impor contra Álvarez no primeiro round e abriu vantagem de 5-3. No entanto, acabou permitindo que o cubano avançasse demais contra ele na sequência do combate e foi para o último round em desvantagem de 10-9. A luta terminou com vitória de Cuba por 16-11.

"Eu estou feliz com o meu desempenho. Na Olimpíada passada eu ganhei uma e perdi uma, agora eu vim com a meta de ser campeão, de ganhar medalha, mas tudo bem", disse o pugilista após o combate da categoria galo (até 56kg).

"Eu queria quebrar esse tabu de 44 anos sem medalha e infelizmente não consegui, mas tenho certeza que tem mais três na briga e creio que desses três vai sair medalha, se não sair das três", acrescentou Robenilson, que foi bastante elogiado por seu desempenho na luta pelo técnico da equipe brasileira João de Barros.

"Ele não tinha nada de diferente para fazer, fez tudo que podia", disse o treinador.

A luta de Robenilson foi a primeira das quatro que o Brasil se classificou para a fase de quartas de final dos Jogos Olímpicos. Como não há disputa de 3o lugar no boxe, em consequência do desgaste sofrido pelos atletas nos combates anteriores, quem alcança a semifinal já garante uma medalha de bronze.

Yamaguchi Falcão terá um confronto também contra um cubano campeão mundial, Julio la Cruz Peraza, no peso meio‑pesado (até 81kg), enquanto Esquiva Florentino terá pela frente o húngaro Zoltan Harcsa no peso médio (até 75kg).

Além deles, a pugilista Adriana Araújo venceu seu primeiro combate neste domingo e também avançou para a fase de quartas, em que vai enfrentar a marroquina Mahjouba Oubtil e pode conquistar uma medalha na primeira vez que o boxe feminino é disputado em uma Olimpíada.   Continuação...