6 de Agosto de 2012 / às 19:53 / 5 anos atrás

Para atletas de elite, Olimpíada é assunto de família

Por Belinda Goldsmith

ROMA, 6 Ago (Reuters) - Quando a britânica Gemma Gibbons, campeã olímpica de judô, conquistou a medalha de prata nos Jogos de 2012, ela olhou para o céu e disse "Te amo, mãe", uma homenagem comovente à sua mãe, que morreu oito anos atrás.

Bert le Clos, pai do nadador sul-africano Chad, que derrotou Michael Phelps nos 200m borboleta, se tornou sensação na Internet quando gritou por seu "menino lindo", puxando a camiseta para cima do estômago ao perceber que estava ao vivo na TV.

Se os holofotes estão nos esportistas, nos bastidores frequentemente estão famílias tão comprometidas e dedicadas ao esporte quanto os atletas, sacrificando as finanças e o estilo de vida para que seus filhos e filhas busquem seus sonhos.

Kathy Vollmer, mãe da nadadora norte-americana Dana, que conquistou três ouros em Londres, costumava dirigir quatro horas por dia para levar sua filha aos treinos.

Percebendo que estavam comendo e fazendo as tarefas da escola no carro, ela decidiu dar aulas à filha em casa.

"Quando Dana não se classificou para os Jogos de Pequim foi muito decepcionante, mas todos nós aprendemos com cada decepção e cada contusão", disse Vollmer à Reuters na P&G House, um centro criado em Londres para as famílias dos atletas.

"Você precisa passar para suas crianças a crença de que podem fazer tudo com trabalho duro e esforço", acrescentou, admitindo que se sente fraca e enjoada quando Dana vai competir.

Será que alguns familiares vão longe demais? Os pais da saltadora chinesa Wu Minxia foram bombardeados na mídia depois que se revelou que eles esconderam a morte de seus avôs durante um ano e mantiveram em segredo a luta da mãe contra um câncer, para não distraí-la.

Um estudo de psicólogos da Universidade Loughborough, na Grã-Bretanha, descobriu que os campeões olímpicos tendem a possuir cinco traços psicológicos que os ajudam a ser bem-sucedidos.

Eles compartilham positividade, altos graus de motivação e concentração e autoconfiança, que pode ser conseguida de várias fontes, como experiência, técnicos e familiares.

Mas os psicólogos também descobriram que aqueles que estão próximos dos atletas desempenham um papel grande no sucesso esportivo, sendo o quinto traço o apoio social reconhecido.

"Percebemos que as famílias são fundamentais, e não só os pais, mas irmãos também", disse David Fletcher, diretor de Serviços de Apoio de Psicologia do Esporte em Loughborough.

Ele disse que o tipo de apoio oferecido pelos pais de atletas olímpicos, por incrível que pareça, não se concentra no resultado ou na vitória

"Se você observar os pais de atletas bem sucedidos, verá que eles não forçam a barra e que dão amor incondicional."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below