6 de Agosto de 2012 / às 21:33 / 5 anos atrás

CURTAS-Em Londres, vôlei de praia troca Ivete por Stones

LONDRES, 6 Ago (Reuters) - Torneios de vôlei de praia no Brasil tradicionalmente são realizados ao som de axé, principalmente Ivete Sangalo, para animar a torcida em uma modalidade que mistura esporte e entretenimento. Já na Olimpíada de Londres, quem manda são os Stones.

Em uma das arenas mais concorridas dos Jogos, com ingressos esgotados para o público --apesar de haver lugares vazios por conta dos ingressos de patrocinadores e autoridades-- os Rolling Stones e outras bandas britânicas, principalmente de rock, fazem o fundo musical a cada intervalo dos jogos.

A música britânica, que por sinal foi uma das marcas da cerimônia de abertura da Olimpíada, está presente em praticamente todas as arenas olímpicas, mas no vôlei de praia há mais tempo de música tocando do que trocas de bolas na quadra.

Além dos Stones, a nova sensação teen One Direction também teve participação nos intervalos das partidas desta segunda-feira.

NAMORADA BRAVA

O novo campeão olímpico do Brasil, Arthur Zanetti, está preocupado com o assédio quando voltar ao país após conquistar a medalha de ouro nas argolas nos Jogos de Londres. O motivo é o ciúmes da namorada, que acompanhou sua apresentação na North Greenwich Arena nesta segunda-feira.

Acostumado a passar despercebido em qualquer lugar que vai --ao contrário de seu companheiro de seleção brasileira mais famoso Diego Hypólito-- Zanetti reconheceu que não sabe como é sofrer assédio de fãs. E alertou que a namorada é brava.

"Eu vejo que acontece com o Diego, que já tem muita história, mas eu estou começando agora e espero que não tenha muito assédio, senão a namorada vai ficar brava e vai pegar mal para o meu lado", disse o ginasta, de 22 anos.

ELIMINADO, MAS NA TORCIDA

Campeão mundial em 2011 e principal esperança do boxe brasileiro em Londres, o pugilista Everton Lopes foi eliminado logo em seu primeiro combate, pelo cubano Roniel Iglesias Sotolongo, no sábado. Mas continua concentrado com a equipe brasileira e é presença certa em todas as lutas de brasileiros.

No domingo à noite, no combate em que Robenilson de Jesus perdeu para o cubano campeão mundial Lázaro Álvarez, Everton passou todo o combate gritando para o companheiro e deu um salto em comemoração quando Robenilson saiu em vantagem no primeiro round (5-3).

No final do combate, em que o cubano cresceu e já estava em vantagem, Everton diminui a empolgação, mas manteve as palavras de elogios ao conterrâneo enquanto ele deixava o ringue.

Reportagem de Pedro Fonseca; Edição de Tatiana Ramil

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below