Brasileira leva bronze no boxe e encerra jejum de 44 anos

quarta-feira, 8 de agosto de 2012 14:59 BRT
 

LONDRES, 8 Ago (Reuters) - A brasileira Adriana Araújo conquistou a medalha de bronze no boxe nesta quarta-feira na categoria até 60kg, a primeira do país em Olimpíadas na modalidade desde os Jogos da Cidade do México em 1968.

Adriana perdeu a semifinal dos Jogos de Londres para a russa Sofya Ochigava, que já a havia derrotado no Mundial da modalidade, por 17 a 11. Com o resultado, ela já garante o bronze, pois no boxe os dois atletas que são derrotados na semifinal ganham a medalha.

Adriana conquistou a medalha justamente na primeira participação das mulheres neste esporte em todas as edições dos Jogos Olímpicos. E, com seu feito, o Brasil alcançou marca de 100 medalhas olímpicas.

A pugilista baiana, de 31 anos e que luta boxe há 12, acredita que a medalha dará um incentivo ao boxe feminino no país, após a disputa de três categorias em Londres.

"Com certeza, a partir de agora haverá ainda mais apoio e investimento nas novas atletas. O brasileiro tem aptidão para o boxe e vamos brigar por mais medalhas nos Jogos do Rio em 2016 em várias outras categorias", disse ela, segundo o Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Adriana reclamou da arbitragem na luta da semifinal. No terceiro assalto, ela chegou a acertar um bom cruzado de esquerda na adversária, mas perdeu na parcial.

"Não lutamos somente contra o adversário, mas também contra os juízes. Senti que poderia ter recebido uma pontuação melhor, mas não posso esquecer que do outro lado estava a Sofya, que já foi campeã mundial. Fiz o que estava programado taticamente, mas ela levou a melhor", afirmou a brasileira.

A única medalha olímpica do boxe brasileiro até então havia sido conquistada por Servílio de Oliveira, nos Jogos da Cidade do México, em 1968.

 
Adriana Araújo luta contra a russa Sofya Ochigava durante semifinal do boxe na categoria até 60kg nos Jogos Olímpicos de Londres. Brasileira Adriana Araújo conquistou a medalha de bronze no boxe. 08/08/2012 REUTERS/Murad Sezer