Vôlei do Brasil passa fácil pelo Japão e tentará bi contra EUA

quinta-feira, 9 de agosto de 2012 17:14 BRT
 

LONDRES, 9 Ago (Reuters) - Após um jogo dramático contra a Rússia, a seleção brasileira pouco sofreu diante do Japão e venceu a semifinal do vôlei feminino por 3 sets a 0, nesta quinta-feira, para se classificar à decisão dos Jogos de Londres contra os Estados Unidos.

A final de sábado será uma reedição da Olimpíada de Pequim, em 2008, quando as brasileiras ficaram com a medalha de ouro.

Contra as japonesas, com quem as brasileiras tinham um retrospecto de três vitórias em três jogos em Olimpíadas, a partida começou equilibrada, com o time asiático usando seu poder defensivo para segurar o time do técnico José Roberto Guimarães.

No entanto, o bloqueio brasileiro funcionou muito bem, e o time passou a comandar o placar, e ganhou com as parciais de 25-18, 25-15 e 25-18.

Assim como no confronto contra as russas, Scheilla foi a maior pontuadora do Brasil, desta vez ao lado de Fabiana, com 13 pontos.

A seleção brasileira fez uma campanha ruim na primeira fase, com duas derrotas em cinco jogos, e o time dependeu de uma vitória dos EUA sobre a Turquia na última rodada para se classificar com a última vaga para as quartas de final.

Na primeira partida eliminatória dos Jogos, o Brasil enfim jogou bem e salvou seis match points para eliminar a Rússia no tie-break.

Essa é a quinta Olimpíada seguida em que o Brasil vai disputar medalha no vôlei feminino, depois de ter subido no pódio em todos os Jogos desde o bronze em Atlanta-1996, culminando com o ouro em Pequim-2008.

Os EUA, que superaram o Brasil na primeira fase, se classificaram para sua segunda decisão olímpica seguida após derrotarem a Coreia do Sul por 25-20, 25-22 e 25-22.

(Por Tatiana Ramil, em São Paulo)

 
A japonesa Ai Otomo (no centro, à esquerda) joga a bola contra a brasileira Fernanda Rodrigues durante a semifinal de vôlei nas Olimpíadas de 2012 em Londres, no Reino Unido. 9/08/2012 REUTERS/Ivan Alvarado