August 11, 2012 / 9:38 PM / 5 years ago

Esquiva Falcão leva prata e tem melhor resultado do boxe brasileiro

2 Min, DE LEITURA

LONDRES, 11 Ago (Reuters) - O brasileiro Esquiva Falcão perdeu para o japonês vice-campeão mundial Ryota Murata neste sábado e ficou com a medalha de prata na categoria até 75kg nos Jogos de Londres, o melhor resultado de um boxeador do país em Olimpíadas.

Falcão tomou uma punição por agarrar o adversário no terceiro assalto, o que prejudicou sua pontuação, e ele acabou sendo derrotado por 14 a 13.

"Não achei justa a punição, porque os dois estavam agarrando, os dois estavam cansados no finalzinho", disse o brasileiro. "Infelizmente hoje não deu, mas não estou triste, entrei para a história. Deixa para a próxima (Olimpíada)."

O brasileiro estudou vídeos de Murata antes mesmo de alcançar a decisão em Londres, já que o japonês derrotou o brasileiro na semifinal do Mundial do ano passado e desde então Esquiva esperava a chance de um reencontro.

Mas o japonês se defendeu muito bem e cansou o brasileiro, que não conseguiu se recuperar depois de perder o primeiro assalto por 5 a 3. No segundo, ele venceu por 5 a 4, e no terceiro houve empate de 5 a 5.

"Eu vim buscar o ouro, mas essa prata é bem-vinda, estou muito feliz", disse Esquiva.

Essa é a terceira medalha do boxe brasileiro, que fez em Londres sua melhor campanha na história olímpica.

Na sexta-feira, Yamaguchi Falcão, irmão de Esquiva, perdeu para o russo Egor Mekhontcev a semifinal da categoria meio-pesado (até 81kg) e ficou com a medalha de bronze.

O Brasil já tinha conquistado um bronze com a pugilista Adriana Araújo, que foi derrotada na semifinal pela russa Sofya Ochigava na categoria até 60kg, na primeira Olimpíada com a presença do boxe feminino.

Como não há disputa de 3o lugar no boxe, em consequência do desgaste sofrido pelos atletas nos combates anteriores, os dois derrotados nas semifinais recebem uma medalha de bronze.

Antes de 2012, o Brasil tinha uma única medalha no boxe, o bronze de Servílio de Oliveira em 1968, conquistado na Cidade do México.

Por Tatiana Ramil, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below