Técnico mexicano comemora: "é uma grande e emocionante vitória"

sábado, 11 de agosto de 2012 18:57 BRT
 

Por Mike Collett

LONDRES, 11 Ago (Reuters) - O contraste não poderia ser maior: enquanto o alegre técnico da seleção mexicana de futebol, Luis Fernando Tena, saudava a mídia golpeando o ar, seu adversário derrotado, o brasileiro Mano Menezes, parecia querer golpear a cabeça de alguém.

O jovem time de Tena tinha acabado de derrotar o favorito Brasil por 2 x 1 e conquistar seu primeiro título olímpico no futebol e o primeiro ouro em qualquer esporte nos Jogos de Londres.

Tena, que também é assistente do técnico da seleção, José Manuel de la Torre, mal podia conter a emoção quando disse: "Esta é uma grande e emocionante vitória para nosso país".

"Temos uma seleção de jogadores melhores, mais experientes. Nossos técnicos são melhor treinados e pagos, o que também é importante."

Ele acrescentou: "Nossos novatos podem olhar para o futuro com mais otimismo - deixaram para trás os antigos complexos. Miram o futuro como conquistadores."

A vitória dá continuidade a um renascimento mexicano. O país conquistou as Copas do Mundo Sub-17 de 2005 e 2011, alguns títulos regionais e chegou à semifinal da Copa do Mundo Sub-20 do ano passado.

O México mereceu a vitória com dois gols de Oribe Peralta, o primeiro aos 28 segundos, o segundo uma cabeçada poderosa a 15 minutos do final. O Brasil só reagiu nos acréscimos graças a Hulk.

"Pela minha fisionomia não é difícil de analisar como estou me sentindo muito triste, porque fizemos um excelente trabalho até chegarmos na partida final, o que nos permitia uma grande confiança que poderíamos conquistar finalmente a medalha de ouro para o futebol brasileiro, mas não conseguimos", lamentou o técnico Mano Menezes após a partida, que encerrou uma sequência de 5 vitórias da equipe em 5 jogos na Olimpíada até então.