Técnico da Juventus considera sua suspensão "uma desgraça"

quinta-feira, 23 de agosto de 2012 15:11 BRT
 

23 Ago (Reuters) - O técnico da Juventus, Antonio Conte, gritando bem alto durante uma coletiva de imprensa, considerou "uma desgraça" sua suspensão de 10 meses por não ter informado sobre a combinação de resultados.

Conte, que liderou uma Juventus invicta ao título italiano na última temporada em sua primeira temporada no comando, perdeu seu apelo esta semana contra ser considerado culpado de permitir apostas ilegais enquanto era treinador do Siena na Série B.

Ele foi inocentado de irregularidades em uma das duas partidas investigadas do Siena.

A Juve, que colocou o assistente Massimo Carrera como técnico temporário em meio ao início da temporada a partir deste fim de semana, está apelando para um tribunal desportivo superior depois de não conseguir derrubar a suspensão na federação italiana de futebol (FIGC).

"Eu sou inocente. É uma desgraça, é uma desgraça. Posso dizer isso porque já acabou com eles (FIGC), embora haja outro recurso", disse Conte a repórteres no campo de treino da Juventus fora de Turim nesta quinta-feira.

"Eu sempre respeitei as leis dentro e fora do campo, nesta questão eu agi corretamente."

As partidas do Siena que foram examinadas por apostas ilegais foram contra o Novara e o Albinoleffe em maio de 2011. O tribunal de apelações do FIGC disse na quarta-feira que Conte havia sido absolvido em relação ao jogo contra o Novara, mas a suspensão de 10 meses deve ser mantida para o caso Albinoleffe.

Apesar da suspensão de Conte, a Juve permanece como favorita entre os apostadores italianos a manter o título nesta temporada depois que o Milan embarcou em corte de custos e a Inter de Milão teve outra campanha difícil na temporada passada.

(Texto de Mark Meadows)