Boxeador japonês que derrotou Esquiva em Londres estuda se aposentar

segunda-feira, 27 de agosto de 2012 10:48 BRT
 

TÓQUIO, 27 Ago (Reuters) - O pugilista japonês Ryota Murata, medalha de ouro nos Jogos de Londres, está estudando deixar o esporte, depois de rejeitar uma oferta lucrativa para se tornar profissional.

Murata encerrou a espera de 48 anos do Japão por uma medalha olímpica de ouro no boxe ao ganhar o título dos pesos médios em Londres no começo do mês, derrotando o brasileiro Esquiva Falcão na final, mas agora planeja um longo descanso antes de decidir sobre seu futuro.

"É o fim de um capítulo para mim e o boxe", afirmou Murata ao jornal esportivo Nikkan Sports, na edição desta segunda-feira. "Basicamente, não tenho planos para continuar com a minha carreira."

"Sou uma pessoa que já abandonou um vez, e retornou", acrescentou o pugilista, de 26 anos, que deixou o esporte por um breve período depois de não conseguir se classificar para os Jogos de Pequim, em 2008.

Murata recusou um contrato de 1 milhão de dólares para se profissionalizar e, em vez disso, planeja estudar ciência do esporte e línguas estrangeiras.

Ele não está entusiasmado pela busca de um segundo ouro nos Jogos do Rio 2016, e insiste que em vez disso preferiria treinar futuros boxeadores.

"Não estou pensando em retornar. Haverá novos e jovens boxeadores no Rio e eu não serei do interesse da mídia", disse ele em Nara, sua cidade natal, no oeste do Japão. "Eu só quero dar um tempo".

(Reportagem de Alastair Himmer)

 
Pugilista japonês Ryota Murata (D) morde medalha de ouro ao lado do melhista de prata brasileiro Esquiva Falcão durante cerimônia de vitória após vencer disputa de boxe na categoria peso médio nos Jogos Olímpicos de Londres. Murata está estudando deixar o esporte, depois de rejeitar uma oferta lucrativa para se tornar profissional. 11/08/2012 REUTERS/Damir Sagolj