Fifa aprova estádio de Manaus em primeira visita à Amazônia

terça-feira, 28 de agosto de 2012 21:08 BRT
 

28 Ago (Reuters) - O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, visitou pela primeira vez a Amazônia nesta terça-feira e aprovou o andamento das obras no estádio de Manaus, que vai receber quatro partidas da Copa do Mundo de 2014.

"Saímos daqui com a certeza de que se as obras continuarem no ritmo que encontramos, elas não serão motivo de preocupação para nós. Ainda há muito trabalho a fazer. As obras não estão atrasadas aqui. O prazo de entrega é dezembro de 2013 e temos a garantia da construtora de que tudo estará pronto no prazo", disse Valcke em comunicado.

"Parecia óbvio que Manaus seria uma das sedes da Copa, pois era impossível imaginar uma Copa do Mundo no Brasil sem a presença da Amazônia. A Amazônia pertence ao mundo e o mundo precisa da Amazônia."

Com a temperatura beirando os 40 graus Celsius, Valcke visitou a arena de Manaus junto com o ex-atacante Ronaldo, membro do Conselho de Administração do Comitê Organizador Local (COL), e Luís Fernandes, secretário executivo do Ministério do Esporte.

Ronaldo já havia jogado em Manaus com a seleção brasileira num amistoso em 1996. Na época, o estádio era o Vivaldo Lima, que foi demolido para dar lugar à nova arena.

"Uma honra e um prazer voltar a Manaus. As obras aqui estão andando muito bem...Acho que, com um estádio assim, existe a possibilidade gigantesca de Manaus ter uma programação de grandes jogos internacionais, mas também de shows e eventos. Esta arena pode ser um palco importante", afirmou o ex-jogador.

Na quarta-feira, Valcke, Ronaldo e Fernandes visitarão o estádio de Cuiabá. No encerramento da visita, a delegação partirá para a Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, onde o conselho do COL se reunirá na quinta-feira.

Valcke, que criticou duramente os preparativos do Brasil para o Mundial em março, tem adotado um discurso mais ameno recentemente.

(Por Tatiana Ramil, em São Paulo)