Líder, Alonso nega ser favorito na temporada da F1

quinta-feira, 30 de agosto de 2012 20:27 BRT
 

Por Alan Baldwin

SPA-FRANCORCHAMPS, Bélgica, 30 Ago (Reuters) - Fernando Alonso rejeitou na quinta-feira o status de favorito na atual temporada da Fórmula 1, apesar da sua vantagem de 40 pontos sobre o segundo colocado, e de estar a apenas uma corrida de igualar o recorde de 24 provas sucessivas na zona de pontuação.

Favorito nas casas de apostas - e entre muitos frequentadores dos paddocks -, o espanhol voltou das férias de agosto da F1 minimizando suas chances de manter a liderança nas nove provas finais da temporada.

"Duas ou três corridas ruins podem fazer você perder tudo", disse Alonso, único piloto a ter vencido três GPs neste ano.

Ele afirmou que a Ferrari está longe de ter os carros mais velozes deste ano. "Em termos de desempenho, acho que entre os candidatos (ao título) ou entre os caras que estão na frente somos claramente os mais lentos", disse Alonso.

"Temos uma vantagem em pontos, uma desvantagem de rendimento, então não acho que haja favoritos", acrescentou.

Mas Alonso tem a consistência a seu favor. Desde junho do ano passado, no GP do Canadá, pontua em todas as provas. Se terminar entre os dez primeiros no GP da Bélgica, no próximo fim de semana, irá igualar o recorde de 24 corridas consecutivas na zona de pontos, estabelecido entre 2001 e 2003 por Michael Schumacher, que na época estava na Ferrari.

Rivais de Alonso riram da modéstia dele. "Ele disse isso? Ele iria mesmo dizer, né?", comentou Lewis Hamilton, da McLaren, quarto colocado no mundial.

"Ele está só se posicionando de um jeito legal. Vou dizer a mesma coisa", sorriu o britânico. "Meu carro é definitivamente o mais lento entre as quatro primeiras equipes. Então vamos ver o que dá para fazer com isso."