Podolski está no foco após vitória do Arsenal sobre o Liverpool

domingo, 2 de setembro de 2012 13:49 BRT
 

LONDRES, 2 Set (Reuters) - O Arsenal começou bem sua campanha no Campeonato Inglês às custas do Liverpool neste domingo, quando os recém-contratados Lukas Podolski e Santi Cazorla inauguraram sua contagem de gols na vitória tranquila por 2 x 0 na casa do adversário.

Dois empates sem gols na esteira da venda de Robin van Persie ao Manchester United haviam despertado dúvidas sobre o poder de fogo do Arsenal, mas Podolski as respondeu com uma finalização enfática antes do intervalo, colocando os visitantes no comando.

O espanhol Cazorla garantiu os pontos aos 22 minutos do segundo tempo, fazendo Brendan Rodgers, novo técnico do Liverpool, refletir sobre o pior início de temporada do time em 50 anos.

O Arsenal, que ainda não sofreu nenhum gol na atual temporada, subiu para sétimo na tabela da liga inglesa, enquanto o Liverpool agoniza a quatro posições da lanterna depois de duas derrotas e um empate.

Ainda no domingo, o Manchester United viaja para encarar o Southampton e o Newcastle United joga em casa com o Aston Villa. O novo combinado do técnico Arsene Wenger deu sinais promissores diante do Liverpool, garantindo a primeira vitória da campanha com folga.

"Vamos ficando mais afiados a cada jogo, mas no geral fomos consistentes e marcamos dois gols", declarou Wenger. "Desperdiçamos oportunidades no contra-ataque no começo da partida, mas tivemos um desempenho convincente como time".

As duas equipes penaram para encontrar o ritmo no início. O Liverpool teve a posse de bola mas sem ameaças de gol e os esforços de Luis Suárez e Fabio Borini não renderam.

O Arsenal se contentou em dar tempo ao tempo e esperar por um erro, que chegou aos 31 minutos, quando um passe torto de Steven Gerrard permitiu aos visitantes desencadear um contra-ataque devastador, que culminou com Cazorla escolhendo Podolksi para chutar fora do alcance do goleiro Pepe Reina.

O Liverpool reagiu com Raheem Sterling, que disparou contra o travessão do adversário, mas o Arsenal poderia ter dobrado o placar quando Olivier Giroud, parceiro de Podolski no ataque, perdeu uma chance chutando longe da meta.

A sorte do time da casa foi selada a 20 minutos do final, quando o impressionante Cazorla constrangeu Reina com uma bola curva inalcançável.

(Reportagem de Martyn Herman)