De visual novo, Tevez diz que não se importa em ser reserva da seleção

segunda-feira, 3 de setembro de 2012 20:03 BRT
 

BUENOS AIRES, 3 Set (Reuters) - Mais magro, mais ágil e totalmente dedicado ao futebol outra vez, Carlos Tevez disse na segunda-feira que ficaria satisfeito em ocupar um lugar no banco de reservas da seleção argentina.

Tevez é relegado nas convocações desde que abandonou o Manchester City, na metade da temporada passada. Mas o técnico Alejandro Sabella diz que está de olho no atacante, que desperdiçou sua cobrança na disputa de pênaltis das quartas de final da Copa América de 2011, quando a Argentina foi eliminada pelo Uruguai.

Na sexta-feira, os argentinos recebem o Paraguai pelas eliminatórias da Copa de 2014. Quatro dias depois, enfrentam o Peru fora de casa.

"Não é um drama eu me sentar no banco, mas precisamos deixar Sabella trabalhar calmamente, não com a pressão de me convocar e me deixar no banco", disse Tevez a jornalistas.

"Não é importante se Tevez está lá ou não, mas que a seleção jogue bem. Hoje, ‘Pipita' (Gonzalo Higuain), ‘Kun' (Sergio Aguero) e Leo (Lionel Messi) estão jogando brilhantemente, e é isso que importa", disse ele ao desembarcar em Buenos Aires, de folga.

Tevez voltou ao City em março, e marcou gols nas quatro partidas desde o início da temporada.

"Tive uma pré-temporada como não tinha há muito tempo. Eu me empenhei muito, me senti bem no campo, forte, rápido. É comparável à minha estreia na primeira divisão", afirmou.

(Reportagem de Rex Gowar)

 
Jogador do Manchester City, Carlos Tevez, é visto durante jogo contra o Queens Park Rangers, em partida pelo Campeonato inglês, na cidade de Manchester, na Inglaterra. Mais magro, mais ágil e totalmente dedicado ao futebol outra vez, Tevez disse na segunda-feira que ficaria satisfeito em ocupar um lugar no banco de reservas da seleção argentina. 01/09/2012 REUTERS/Phil Noble