Brasileiros do Wolfsburg só passam entre si, diz técnico

terça-feira, 4 de setembro de 2012 13:50 BRT
 

BERLIM, 4 Set (Reuters) - O técnico do time alemão Wolfsburg, Felix Magath, criticou os jogadores brasileiros de sua equipe por preferirem passar a bola uns para os outros em vez de jogarem para colegas mais bem posicionados em campo.

"Nossos brasileiros preferem passar a bola para outro brasileiro", disse Magath a jornalistas. O time foi derrotado no domingo em casa pelo Hanover por 4 x 0 pelo Campeonato Alemão.

"Eles certamente não fazem isso de má fé e, do ponto de vista humano, é compreensível, mas nós temos de mudar o hábito. Durante o jogo não fica tão evidente, mas nossas análises de vídeo mostraram que isso ocorre com frequência", acrescentou.

O Wolfsburg começou o jogo contra o Hanover com quatro brasileiros em campo: Fagner, Naldo, Diego e Josué.

Magath disse que seu time levou o segundo gol depois que Josué deu um passe errado.

"Ele quis passar para o Diego, embora Marcel Schaefer estivesse numa posição muito melhor", comentou Magath.

Diego se desentendeu com Magath no fim da temporada de 2010/11. O jogador abandonou o hotel onde a equipe estava hospedada depois de ser informado que não jogaria contra o Hoffenheim.

Ele foi emprestado para o Atlético de Madri por uma temporada e retornou ao time alemão em agosto, depois que Magath afirmou que os dois haviam resolvido suas diferenças.

(Reportagem de Brian Homewood)

 
Técnico do Wolfsburg, Felix Magath, antes de partida contra o Cologne FC pelo campeonato alemão, em Colônia, em agosto de 2011. Magath criticou os jogadores brasileiros de sua equipe por preferirem passar a bola uns para os outros em vez de jogarem para colegas mais bem posicionados em campo. 06/08/2011 REUTERS/Wolfgang Rattay