September 6, 2012 / 5:12 PM / 5 years ago

Europeus iniciam caminhada para a Copa do Mundo no Brasil

4 Min, DE LEITURA

Por Brian Homewood

BERNA, 6 Set (Reuters) - O sonho da primeira participação em uma Copa do Mundo estará na mente de 22 seleções europeias, ainda que seja um pensamento distante em alguns casos, com o início na sexta-feira das eliminatórias do continente para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

Outras equipes que já deixaram sua marca no passado em Mundiais, como Áustria, Bélgica e Hungria, esperam retornar depois de uma longa ausência, com o início do torneio com nove grupos.

Cinquenta e três equipes estão envolvidas nas eliminatórias europeias, que vão desde a campeã europeia e mundial Espanha até a minúscula San Marino, com uma população de 30.000 habitantes, cuja seleção só ganhou um jogo na sua história.

Os vencedores de cada um dos nove grupos vão direto para a Copa no Brasil, enquanto os oito melhores 2os participam de uma repescagem, com jogos de ida e volta, que vale mais quatro vagas no Mundial.

Para Luxemburgo, que já tentou e não conseguiu se classificar um recorde de 18 vezes, Andorra e San Marino, o passado sugere que o sonho pode ser rapidamente extinto com algumas derrotas iniciais.

Outros como Bósnia, Letônia, Montenegro e Belarus têm esperanças mais realistas de uma qualificação inédita para uma Copa do Mundo.

A Finlândia, que tenta se qualificar desde 1938 e teve 17 campanhas fracassadas, provavelmente não deve romper com esse histórico após cair ao lado de Espanha e França no Grupo I, o único que chega perto de merecer o clichê de "Grupo da Morte".

Os finlandeses recebem a França na sexta-feira, enquanto a Espanha aguarda até terça-feira para visitar a Geórgia.

Ao contrário da maioria das outras regiões, que possuem rodadas preliminares para tirar os menores, as eliminatórias europeias consistem em uma única fase com todas as 53 equipes participando.

O presidente da Uefa, Michel Platini, defendeu o sistema, dizendo que ele permite que as equipes menores tenham a oportunidade de aprender e melhorar com as seleções maiores.

Já críticos afirmam que o sistema submete equipes como Alemanha, Espanha, Portugal e Itália a uma sequência interminável de jogos que são pouco mais do que formalidades.

começo fácil

Uma das favoritas a se classificar, a Alemanha terá um começo fácil com um jogo em casa contra as minúsculas Ilhas Faroé, em Hanover, pelo Grupo C.

Já a Holanda tem um começo difícil em casa contra a Turquia no Grupo D, indiscutivelmente o principal jogo da noite, enquanto a Itália pode não ter gostado de precisar visita a Bulgária, pelo Grupo B.

Os italianos estarão sem sua força de ataque da Euro 2012 depois que Mario Balotelli passou por uma pequena cirurgia oftalmológica e Antonio Cassano foi deixado de fora pelo técnico Cesare Prandelli, que não o considerou totalmente em forma.

A Inglaterra, surpreendentemente em terceiro lugar no ranking mundial da Fifa, também viaja para o leste para enfrentar a Moldávia, em 141o no ranking, pelo Grupo H.

Das equipes que esperam um retorno aos holofotes, a Bélgica parece ter as melhores esperanças, embora também estejam sob a maior pressão.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below