Brasil sofre para vencer África do Sul, é vaiado no Morumbi

sexta-feira, 7 de setembro de 2012 20:40 BRT
 

Por Tatiana Ramil

SÃO PAULO, 7 Set (Reuters) - A seleção brasileira sofreu para derrotar a África do Sul por 1 x 0 e foi muito vaiada no estádio do Morumbi, em São Paulo, nesta sexta-feira, em mais uma partida decepcionante do time comandado por Mano Menezes.

Após perder a final olímpica contra o México, em agosto, o Brasil esperava fazer uma boa atuação em casa para reconquistar a torcida. Mas o que se viu foi muita dificuldade e protestos das arquibancadas.

O gol brasileiro saiu aos 30 minutos do segundo tempo, em um chute forte de Hulk, que entrou na segunda etapa do jogo.

O Brasil, que começou a partida com Diego Alves, Daniel Alves, Dedé, David Luiz, Marcelo, Rômulo, Ramires, Oscar, Lucas, Neymar e Leandro Damião, teve problemas na criação das jogadas e mostrou pouco entrosamento.

A primeira finalização do Brasil foi somente aos 17 minutos, quando Dedé acertou uma bonita cabeçada e o goleiro Khune espalmou para escanteio. Antes disso, os sul-africanos chegaram com perigo pelo lado direito do campo, mas Diego Alves saiu bem do gol para fazer a defesa.

Outra tentativa brasileira a parar nas mãos do goleiro sul-africano foi um chute da entrada da área de Rômulo. Aos 43 minutos, o Brasil criou a melhor chance do primeiro tempo. Neymar recebeu passe longo e, na frente de Khune, tocou de perna esquerda em cima do goleiro.

No segundo tempo, a África do Sul começou melhor e teve ótimas chances em duas bolas cruzadas dentro da pequena área que acabaram desviadas pela defesa brasileira.

O Brasil respondeu aos 11 minutos, com um chute de Leandro Damião que tocou a rede pelo lado de fora. Pouco depois, Neymar fez uma boa arrancada, mas chutou fraco, em cima do goleiro.   Continuação...

 
Neymar (E) e o Lerato Chabangu, da África do Sul, lutam pela bola durante o amistoso desta sexta-feira, no estádio do Morumbi, em São Paulo. 07/09/2012 REUTERS/Paulo Whitaker