Djokovic bate Ferrer e chega à final do Aberto dos EUA

domingo, 9 de setembro de 2012 16:37 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Após ser interrompido pela ameaça de uma tempestade no sábado, Novak Djokovic finalizou a vitória sobre o quarto cabeça de chave espanhol David Ferrer em parciais de 2-6, 6-1, 6-4 e 6-2 neste domingo, voltando a disputar a final do Aberto dos EUA em busca de seu segundo título no Grand Slam norte-americano.

O sérvio de 25 anos, vencedor do Aberto da Austrália deste ano, enfrentará o terceiro cabeça de chave e campeão olímpico britânico Andy Murray, que almeja o primeiro troféu de Grand Slam de simples em sua carreira.

"Com certeza é um alívio enorme passar por esta partida. Ele é um grande competidor", disse Djokovic sobre Ferrer.

Detentor de cinco títulos de Grand Slam, Djokovic se atrapalhou com as rajadas de vento de uma tempestade iminente que acabou adiando a semifinal masculina e a final feminina no sábado, e perdia por 5-2 quando a partida foi retomada sob um céu ensolarado neste domingo.

Depois de ver o adversário espanhol confirmar o serviço no final do primeiro set, Djokovic assumiu o comando e dominou o resto do jogo, vencendo 18 dos 25 games seguintes para alcançar sua nona final de Grand Slam. Só cometeu 20 erros contra 31 do espanhol. Ele foi mortífero quando a oportunidade surgiu, convertendo seis de oito pontos de quebra.

"Estávamos todos rezando por menos vento hoje", afirmou o sérvio, que conquistou os três últimos Grand Slams disputados em piso rápido. "Acho que ele lidou com o vento muito melhor do que eu".

"Entrei como um jogador diferente hoje, e estou muito feliz de chegar a mais uma final de Grand Slam".

Djokovic arrebatou sete de suas nove últimas finais de Grand Slam, enquanto Ferrer se viu despido de sua primeira chance de decidir um campeonato depois de sua quinta oportunidade como semifinalista.

(Reportagem de Larry Fine)