ENTREVISTA-Sucesso dos Jogos de Londres eleva pressão sobre Brasil

segunda-feira, 10 de setembro de 2012 17:39 BRT
 

Por Martyn Herman

LONDRES, 10 Set (Reuters) - Realizar uma Olimpíada dois anos depois de uma Copa do Mundo sempre será uma tarefa complicada, mas o sucesso dos Jogos Olímpicos de Londres neste ano aumentou o grau de exigência, segundo o secretário executivo do Ministério do Esporte, Luís Fernandes.

Agora que a chama olímpica foi embora de Londres, todos os olhos se voltam para o Brasil, e o relógio já está correndo para os Jogos de 2016.

Fernandes, que participou no domingo da cerimônia de encerramento da Paralimpíada, previu que o orgulho nacional vai assegurar que os Jogos do Rio serão tão bem sucedidos quanto os de Londres.

"Acho que torna as coisas mais desafiadoras, porque Londres elevou o nível", disse ele à Reuters na segunda-feira na residência do embaixador brasileiro, no centro de Londres.

"O desempenho esperado de nós é mais alto agora do que nunca. Mas, por outro lado, o sucesso de Londres tornou os Jogos mais atraentes para investidores privados, e aumentou a boa vontade com a Olimpíada."

Fernandes disse que comparar duas Olimpíadas seria injusto, mas ele acredita que o Brasil vai se beneficiar por realizar os dois principais eventos esportivos do mundo num intervalo de apenas dois anos.

"Há uma grande diferença entre receber a Olimpíada numa cidade como Londres ou como o Rio", disse Fernandes, um carioca apaixonado por futebol. "Somos uma nação em desenvolvimento, e a Grã-Bretanha é um dos países mais ricos do mundo, e tem uma infraestrutura já estabelecida."

"A Olimpíada e a Copa são uma chance para intensificarmos investimentos em infraestrutura básica, que são cruciais para o desenvolvimento nacional. Foi estabelecido um plano muito ambicioso que tornará o Rio uma cidade completamente diferente depois dos Jogos."   Continuação...