Marussia contrata britânico como piloto reserva

quinta-feira, 20 de setembro de 2012 11:25 BRT
 

CINGAPURA, 20 Set (Reuters) - A equipe Marussia, da Fórmula 1, contratou o britânico Max Chilton como seu piloto reserva para as seis corridas que restarão na temporada depois do GP de Cingapura.

A equipe russa, com sede na Grã-Bretanha, disputa sua primeira temporada depois de assumir a estrutura da Virgin Racing. Ela ainda não marcou nenhum ponto, e estava sem piloto reserva até anunciar nesta quinta-feira o nome do britânico de 21 anos.

Em julho, a piloto de testes Maria de Villota, que não possui a superlicença necessária para ser inscrita como piloto reserva, sofreu um grave acidente num teste aerodinâmico e perdeu o olho direito.

Na corrida anterior, em Valência, a Marussia largou apenas com Charles Pic, já que Timo Glock adoeceu na véspera da prova e não participou do treino.

Chilton estava disputando a GP2 por uma filial da Marussia, e está em quinto lugar na temporada.

"Sinto que minha forma de correr realmente amadureceu nesta temporada, e poder agora combinar isso com um conhecimento real sobre as atividades de engenharia de uma equipe da F1 realmente leva minha carreira ao nível seguinte", disse ele.

Chilton será incorporado à equipe para o GP do Japão, a ser disputado em 7 de outubro no circuito de Suzuka. (Reportagem de John O'Brien)

 
Logo da Marussia Motors no carro esportivo Marussia B1 durante exibição em Moscou. A equipe Marussia, da Fórmula 1, contratou o britânico Max Chilton como seu piloto reserva para as seis corridas que restarão na temporada depois do GP de Cingapura. 03/07/2012 REUTERS/Yana Soboleva