Tenistas chinesas vão disputar no Japão apesar de tensões

domingo, 23 de setembro de 2012 10:54 BRT
 

Por Alastair Himmer

TÓQUIO, 23 Set (Reuters) - As três maiores tenistas chinesas foram ao Japão para participar do torneio Pan Pacific Open, mesmo em meio à contenda política acirrada entre os dois países.

A China retirou seu time de badminton do Aberto do Japão da semana passada no momento em que os ânimos se exaltam por conta de um conjunto de ilhas em disputa, colocando as duas nações em alerta vermelho.

Entretanto, Li Na, ex-campeão chinesa de Roland Garros, Zheng Jie e Peng Shuai estão escaladas para jogar - Zheng e Peng têm partidas de primeira rodada em Tóquio na segunda-feira.

Nenhuma das três deu sinais de tensão na estreia deste domingo. Nove das dez primeiras do ranking atuam no torneio - somente a norte-americana Serena Williams se ausentou do evento da WTA com prêmio de 2,16 milhões de dólares.

As tensões entre China e Japão correm o risco de transbordar por causa de um desentendimento amargo a respeito de ilhas no leste do Mar da China. O Japão se retirou da segunda fase do torneio de rúgbi Asian Sevens Series em Xangai por temores de segurança, e uma equipe de ciclismo japonesa foi despachada de uma corrida na China.

Li, eliminada já na primeira rodada, encarou a imprensa neste domingo mas ignorou todas as perguntas sobre o atrito territorial, que não parece prestes a se encerrar. A decisão do governo japonês de nacionalizar algumas das ilhas - conhecidas como Senkaku no Japão e Diaoyu na China - desencadeou manifestações raivosas por toda a China, algumas delas violentas.